Welcome to BREKGO

Seja bem-vindo à comunidade BrekGO. Aqui é o local ideal para quem gosta de jogos, livros, filmes, séries, animes e assuntos do nosso cotidiano, como política, saúde, entre outros. 

Torne-se um membro e participe de conversas amigáveis sobre os mais diversos temas. Membros da BG não vêem propagandas no fórum e é grátis. Então, o que está esperando para fazer parte da BrekGO?

Forums

  1. BG

    1. Geral

      Converse sobre tudo o que quiser...

      18,679
      posts
    2. Games

      Converse sobre jogos eletrônicos em geral.

      17,175
      posts
    3. Entretenimento

      Converse sobre filmes, séries, livros, animes, quadrinhos e música.

      4,282
      posts
    4. BrekPG

      Onde escrevemos nossas próprias histórias e jogamos "Play-By-Forum".

      1,706
      posts
  2. Especiais

    1. Mega

      Fórum especial do Mega.

      1,047
      posts
  • Posts

    • Mas foi daí que nasceu o satanismo. Antigamente, se você não fosse seguidor de Deus, você era automaticamente seguidor do diabo. Na Santa Inquisição perguntavam pras mulheres se elas eram bruxas. Se a mulher dissesse que sim, ela ia pra fogueira. Se dissesse que não, ia pra fogueira igual porque estava mentindo. Satanismo, na sua origem, era nada mais que a rejeição à igreja. Os satanistas pregavam a liberdade de expressão, o livre questionamento. Era permitido tudo o que não invadisse o espaço de outro ser. Tem uma música do Raul Seixas que explica o satanismo perfeitamente:   Sociedade Alternativa:

      Viva, viva, viva a sociedade alternativa

      Se eu quero e você quer
      Tomar banho de chapéu
      Ou esperar Papai Noel
      Ou discutir Carlos Gardel
      Então vá
      Faça o que tu queres
      Pois é tudo
      Da lei, da lei

      Viva, viva, viva a sociedade alternativa

      Faz o que tu queres há de ser
      Tudo da lei, da lei
      Todo homem, toda mulher
      É uma estrela
      Viva

      Viva, viva, viva a sociedade alternativa O número 666 chama-se Aleister Crowley
      Viva

      Viva, viva, viva a sociedade alternativa
      Faz o que tu queres
      Há de ser tudo da lei

      Viva, viva, viva a sociedade alternativa
      Viva
      A lei de Thelema

      Viva, viva, viva a sociedade alternativa
      A lei do forte, essa é a nossa lei, e a alegria do mundo.

      Viva, viva, viva a sociedade alternativa  
    • Essa questão de se não fizer parte da solução faz parte do problema, eu vejo muito no meio religioso também. Se não estou com Deus, me dizem que estou com o Diablo, mesmo eu não sendo fiel a nenhum dos dois. 
    • Checa ae Góris, fiz para todos, mas em especial para você. Pode acompanhar vários fóruns ao mesmo tempo. A OuterSpace está lá também.
    • Terminei a primeira temporada de Black Mirror. Gostei mais do primeiro episódio mesmo, mas o dois também foi muito bom. O terceiro eu já achei fraco, mas não deixa de ser interessante. O que mais conta é a criatividade dos episódios, sempre algo bem diferente do outro. O segundo episódio o fim foi interessante por ter acabado de forma inesperada, mas eu confesso que não curti o fim.
    • Eu acho que estou exagerando na quantidade de livros que leio ao mesmo tempo... Acabei de comprar Torre da Andorinha e comecei a ler, então fui adicionar na minha conta do Skoob dentro dos livros que estou lendo no momento e vi que atualmente estou lendo 9 livros hahaha.... E nenhum está abandonado, estou lendo os 9 mesmo. Paro um, vou para outro, depois outro, depois volto e leio mais um pouco, depois troco e assim vou lendo.  Lendo no momento: Achei um exagero da minha parte. Não vou adicionar mais nada até terminar uns 4 pelo menos.
    • Ele é racista e explicou. Ficava incomodado com as reclamações e protestos das pessoas pretas, como ainda se incomada, porém, agora se esforça para ouvir e mudar a sua própria postura.  Admitiu que o privilégio branco existe, que usufrui. O fato pessoal de ter tido ações ilegais na sua juventude e tendo passagem na polícia, nada disso afetou sua vida: se beneficiou de políticas sociais para ser reinserido na sociedade, tem um bom emprego, boa casa e constituiu sua família. A vida não é fácil, mas a sociedade excludente faz diferença e facilita, quando os homens brancos têm dificuldades.   Para fazer uma mudança importante, é necessário fazer um exercício de reflexão que fuja das respostas superficiais e prontas - "o que todos dizem por aí". Ele já fez uma parte e até publicou.   Racismo é muito mais do que xingar alguém de macaco. Machismo é muito mais do que bater em uma mulher. LGBTfobia não se restringe aos trágicos assassinatos contra travestis (o Brasil é campẽao mundial). Especismo é muito além do que comer carne e apreciar as peças em couro legítimo. É toda uma cultura de violência, onde vítima tem culpa em maior ou menor grau; onde é difícil não ser racista, machista, homofóbico e especista. Para quebrar o ciclo dessa cultura tão marcante, temos que começar a admitir quando estamos sendo preconceituosos - auto-observação. Corrigindo erros que, muitas vezes, vem de família.  
    • Os livros são pra quem querem uma ficção científica de ponta... Para os anos 80!

      Como eu curto sci fi desde sempre, até me interesso, mas acho que o público normal vai achar meio palha esse Wild Cards.