Welcome to BREKGO

Seja bem-vindo à comunidade BrekGO. Aqui é o local ideal para quem gosta de jogos, livros, filmes, séries, animes e assuntos do nosso cotidiano, como política, saúde, entre outros. 

Torne-se um membro e participe de conversas amigáveis sobre os mais diversos temas. Membros da BG não vêem propagandas no fórum e é grátis. Então, o que está esperando para fazer parte da BrekGO?

Registre-se no fórum e não veja mais anúncios como este! Registre-se agora! É rápido, fácil e gratuito! Já é usuário? Entre aqui!

Fóruns

  1. BG

    1. Geral

      Converse sobre tudo o que quiser...

      22.271
      posts
    2. Games

      PC, Playstation, Xbox, Nintendo e seus jogos.

      20.425
      posts
  2. Especiais

    1. BrekPG

      Onde escrevemos nossas próprias histórias e jogamos "Play-By-Forum".

      1.780
      posts
    2. Mega

      Fórum especial do Mega.

      1.146
      posts
  • Posts

    • Sonho Bucólico... Vou de encontro a um sonho  ,um sonho adolescente que um dia já fez parte da minha realidade e eu não soube cuidar...ando como se flutuasse ,não creio no que virá,parece ser bom demais para ocorrer. Saio de um mundo subterrâneo e dou de cara com o sol ,em todo seu resplendor...num lugar estranho para mim,logo o medo começa a me rondar ,por alguns minutos me sinto como um peixe fora da água,apesar da beleza do lugar não consigo me concentrar para apreciar,pois o meu coração bate fora do peito. Quando de repente vejo vindo ao meu encontro um rosto bem familiar nos meus sonhos ,um anjo detentor de minha alma, todo medo se vai ,tudo muda ao meu redor e começo a descobrir que aquele ser, detém também poderes incríveis sobre mim além da alma. Será o mesmo ser sem rosto que vive  no calabouço dos meus sonhos repetidos de castelo medieval? Não sei apenas  vi sua sombra e quando se aproximava o meu ar ficava cada vez mais rarefeito provocando uma leve falta de ar. Nenhum  pensamento racional me vem a mente ,mas vejo meu elemento por perto ,isso me acalma e me faz ter momentos de sanidade...um rio.
    • Nunca tinha ouvido falar nesse navio achei muito interessante a história dele! Eu aco que fiz um tópico de curiosidades,essa seria uma boa para ele. bjim em todos 
    • História incrível. Pena que faltou um físico para calcular e avisar do problema. Ou foi burrice mesmo deixar um lado aberto enquanto atirava do outro. Mas já dizia a famosa frase: "Quanto maior, maior a queda".
    • Mary Rose - O colosso de pés de barro da Inglaterra Lançado ao mar em 1511, o Mary Rose foi uma das nau-capitâneas inglesas e, provavelmente, uma das mais poderosas naus criadas até então. Vale comentar que até aquela época, não existiam navios de guerra. Existiam navios mercantes em que se colocavam uns canhões para proteção ou uns canhões e mais uns poucos a mais, caso o Rei precisasse deles para a guerra. Um navio criado exclusivamente para a guerra era uma mudança de paradigma enorme e mesmo os ingleses viam como "errado" um navio criado só para isso. Mas Henrique VIII tinha seus motivos para isso. A Inglaterra de 1500 não era a potência naval que se tornaria depois. Eles tinham ótimos barcos e marinheiros experientes, mas eram iniciantes comparados aos espanhóis em termos de navegação e aos franceses em termos de número de naus. E as condições políticas do continente não eram muito favoráveis aos ingleses em sua (até então) eterna luta contra os odiados franceses. Para se ter idéia, o Mary Rose precisou de 16 hectares de carvalhos gigantes ingleses. E enquanto navios mercantes tinham vários canhões pequenos e médios (cuja força e alcance eram pouca coisa superior aos famosos arcos ingleses) o Mary Rose tinha estupendos 91 canhões pesados (curiosamente, no navio afundado havia mais de 250 arcos longos ingleses e 40.000 flechas (sinal que nem os ingleses estavam familiarizados com o poder da nau). Além de 300 lanças e diversas armas relacionadas a ataques marítimos. Além disso, enquanto um navio normal tinha cerca de 100 marinheiros e 100-150 soldados, o Mary Rose tinha quase 700 tripulantes, 185 marinheiros, 200 soldados, 30-40 atiradores, além de médicos, carpinteiros e demais auxiliares. Era um monstro dos mares capaz de, sem disparar um tiro (anotem isso) mudar o rumo de grandes batalhas. De certa forma, ainda que tenha participado de algumas batalhas, seu maior poder era o de dissuasão, quem seria maluco de enfrentar um gigante dos mares como aquele? Pois bem, após anos de escaramuças, finalmente a França decidiu acabar de uma vez por todas com os ingleses e reuniram uma imensa frota de 200 navios e 30 mil soldados contra cerca de 80 navios ingleses e 12 mil soldados. Uma batalha como nunca se vira antes estava prestes a acontecer. Mas os ingleses tinham uma surpresa. Se antes frotas inteiras evitavam o Mary Rose, o gigante dos mares, eles agora enfrentariam o Mary Rose - A Refit (referência nerd), pois o navio havia passado em segredo por uma gigantesca reforma, passando de 500 toneladas para 700 toneladas, o gigante tinha ficado ainda maior e mais poderoso. Os já poderosos canhões pesados haviam sido substituídos por assustadores canhões super pesados capazes de atirar projéteis mais pesados a distâncias ainda maiores! Imagine que o próprio Rei da Inglaterra almoçou no navio no dia anterior, antes de voltar pra sua nau real, tão certos que estavam da vitória. Não adiantava os franceses terem uma superioridade de quase 3 por 1 contra os ingleses. Navios de carga com canhões pequenos (muitos dos quais eram manipulados por apenas um homem) contra canhões super pesados ingleses que precisavam de vários homens para manipular e atiravam mais longe do que qualquer navio? A superioridade deles era apenas numérica. E a batalha começou com os franceses atirando ao longe contra os ingleses e os disparos acertando água. Imaginem agora o Mary Rose se virando, os canhões já de fora das portinholas e disparando com toda a força 45 canhões pesados ao mesmo tempo! Os disparos chegaram a ultrapassar a linha de navios franceses! Incrível! Com certeza o navio poderia ter feito a diferença naquela batalha, não fossem dois pequenos detalhes. Os ingleses abriram as portinholas dos canhões (lembrando que o navio agora tinha MUITO mais armadura e estava mais pesado com os canhoes) de ambos os lados, quando todos os canhões de estibordo dispararam, a força dos disparos fizeram o navio virar para o outro lado. Normalmente era algo esperado. Mas por o navio estar mais pesado, muito mais pesado, a linha de água do navio estava muito abaixo do normal, quando ela disparou e o navio balançou no sentido contrário aos disparos, a água entrou pelas portinholas abertas do outro lado! O navio começou a adernar e a afundar com a água que entrava, acabando por tombar e afundar. Dos tripulantes, apenas cerca de 50 sobreviveram, no geral os jovens com 13 ou 14 anos. O afundamento do Mary Rose foi tão terrível para o moral inglês que os franceses durante e após o afundamento do Mary Rose arrasaram a frota inglesa. Link 1
      Link 2 Edti: Nao reparem se um número ou outro não bater, fontes diferentes tem dados diferentes.
    • A bilheteria somada dos filmes top 10 de 2016= 8.353.185.591 dolares 4,4%= 367.540.166 o numero pode parecer pequeno, mas é muito dinheiro... Sobre filmes/cinema é uma coisa social também, ninguém quer mais ter que sair de casa, ficar na fila e ter que aguentar idiotas atrapalhando o filme. Alem do preço ser caro não so pelo ingresso, mas tambem a pipoca e refri. Aqui gasto 20 reais pelo ingresso e mais 30 por um combo pipoca + refri. Pagando o alugel do Googleplay = 16 reais o filme por 24 horas, maior comodidade porque posso parar o filme pra ir no branheiro e poder comer o que eu quiser. ========================================= Nos games, Pior que a pirataria, é a venda de CD Keys de sites como G2A, onde essas keys são compradas por cartões de credito clonados fazendo que o desenvolvedor tenha de reembolsar o cliente quando a transação é descoberta pelo dono, é um preju extremo, alem de reembolsar tem a multa do cartão.      
    • Um estudo encomendado em 2013 pela Comissão Europeia — braço que cuida das questões econômicas da União Europeia — concluiu que a pirataria de conteúdo digital não afeta de forma significativa a venda legalizada de músicas, livros, games e outros. No caso dos jogos, a distribuição ilegal de cópias pode inclusive beneficiar os títulos, servindo como forma de convencimento para gamers comprarem os títulos que baixaram ilegalmente. Pelo que concluiu o estudo, apenas a pirataria de filmes blockbusters, como os produzidos por Hollywood afetam, de alguma forma a audiência dos cinemas. De acordo com o relatório, a cada 10 downloads ilegais, quatro pessoas a menos aprecem na sala para assistir à película. Mas isso só vale para grandes lançamentos. No geral, a pirataria estaria reduzindo as vendas em apenas 4,4% na indústria cinematográfica. O que o estudo basicamente comprova é que os esforços europeus e norte-americanos contra a pirataria estão sendo desproporcionais ao rombo que essa atividade causa nos cofres de empresas privadas. Somente o estudo encomendado pela Comissão Europeia, por exemplo, custou € 360 mil, o equivalente a cerca de R$ 1,34 milhão na conversão atual. O mais curioso desse estudo, entretanto, é que a Comissão teria tentado esconder seus resultados. De acordo com a congressista Julia Reda, o relatório final nunca foi divulgado publicamente porque ele atestava justamente o oposto da vontade política da organização, que chegou a considerar forçar provedores de internet a embutir automaticamente códigos espiões em todo tipo de download feito pelos internautas europeus. Assim, seria possível identificar com precisão quem estava praticando pirataria e responsabilizar essas pessoas de acordo com a lei. Reda, sabendo da existência do estudo, que havia sido concluído há cerca de 1 ano e meio, fez dois pedidos oficiais em 2017 para que a Comissão tornasse os resultados públicos. O primeiro foi negado, e, antes do segundo ser devidamente analisado, o estudo acabou sendo publicado oficialmente. A Comissão Europeia classifica o caso como mera coincidência. Acredita-se que o impacto da pirataria na indústria cultural esteja sendo diminuído sistematicamente pelo avanço dos serviços de streaming, que tornaram produtos como músicas, filmes e livros muito mais acessíveis à população. Só na última década é que plataformas de comercialização desses produtos online se tornaram populares. Antes, as opções eram escassas, o que tornava a pirataria mais cômoda do que a compra de mídias físicas. Fonte: https://www.tecmundo.com.br/seguranca/122323-estudo-afirma-pirataria-nao-afeta-venda-musicas-games-livros.htm
    • Hmmmmm?Alguém já teve dificuldades em baixar livros pela Amazon?

      Enviado de meu SM-J320M usando Tapatalk