Jump to content

Paladino

Membro
  • Content Count

    3,006
  • Joined

  • Last visited

  • Days Won

    239

Paladino last won the day on April 19

Paladino had the most liked content!

Community Reputation

1,136 Excelente

About Paladino

  • Rank
    Keep Calm and Hee-Ho
  • Birthday 02/18/1983

Informações de Perfil

  • Sexo
    Male

Recent Profile Visitors

2,910 profile views
  1. https://olhardigital.com.br/games-e-consoles/noticia/o-que-um-xbox-sem-leitor-de-discos-significa-para-o-futuro-dos-videogames/84833 O que um Xbox sem leitor de discos significa para o futuro dos videogames? As mídias físicas estão caminhando, no mínimo, para uma perda progressiva de importância Após meses de especulações, a Microsoft mostrou ao mundo o Xbox One S All-Digital Edition. O que esse nome gigante quer dizer é que o novo console não vem com uma entrada de Blu-Ray, o que significa que ele só suporta jogos baixados digitalmente, sem a possibilidade de instalá-los no HD por mídia física. O anúncio também sinaliza uma tendência curiosa no mercado. Não entenda errado: o Xbox One S All-Digital Edition (vamos chamá-lo de “SADE” a partir de agora por uma questão de brevidade) não será a única versão do Xbox à venda, e a Microsoft pretende continuar vendendo as versões com entrada para Blu-Ray pelo menos até segunda ordem, oferecendo a nova variação como uma opção mais acessível. Estamos falando, portanto, de um teste. Sim, a Microsoft quer saber se o público se interessa por um console sem entrada para discos e quanto a menos ela precisa cobrar para que a ideia seja aceitável. Atualmente, a diferença entre o preço sugerido do Xbox One S comum e do Xbox One SADE é de US$ 50. O que esse teste revela, no entanto, é que a Microsoft acredita que, sim, existe espaço para um produto deste tipo no mercado. E a companhia certamente deve ter ao seu lado dados que banquem essa aposta, mostrando que a transição para a mídia digital está se acelerando por parte dos próprios consumidores, que estão enxergando a conveniência do formato. Não é muito difícil ver os sinais. Recentemente, a GameStop maior rede de lojas de videogames dos Estados Unidos conhecida também pelo seu sistema de compra e revenda de jogos usados, anunciou resultados preocupantes, com um prejuízo de US$ 187,7 milhões nos primeiros três meses de 2019. Um dos fatores que mais colaborou para o resultado ruim foi justamente a queda nas vendas dos jogos usados. É possível atribuir os problemas da GameStop a muitos fatores, entre eles a incapacidade de competir com o comércio online, em especial com a Amazon. No entanto, a queda na venda de jogos usados é significativa: as pessoas não estão mais comprando games de segunda mão, que são mais baratos, porque a mídia física não é mais uma prioridade. O curioso é que muitos devem se lembrar do desastre que foi o anúncio do Xbox One em 2013. Na ocasião, a Microsoft se enrolou toda para explicar os requisitos de conectividade do console, que não rodaria jogos se o usuário não se conectasse pelo menos uma vez a cada 24 horas na internet. A reação contra a empresa foi violenta e fez com que seus planos fossem revisados, mas no fim das contas a companhia tem colocado sua visão inicial para o console em prática aos pouquinhos, e a rejeição tem sido consideravelmente menor do que seis anos atrás. Quando pensamos nos serviços que a Microsoft tem prometido, o leitor de Blu-Ray faz ainda menos sentido. O Xbox Game Pass, por exemplo, tem feito sucesso oferecendo jogos apenas digitalmente por meio de uma assinatura. A empresa também já fala abertamente sobre o projeto xCloud, que será uma plataforma de jogos por streaming aos moldes do Stadia, revelado em março pelo Google. Nada disso envolve um leitor de discos físicos. Futuro forçado Claro que a mídia digital como único método de distribuição ainda pode ser um problema para muitos, no entanto. Nem todas as regiões do mundo têm acesso a uma conexão decente para baixar jogos que muitas vezes ultrapassam 100 GB, o que pode fazer com que o download de um único jogo às vezes leve semanas. No entanto, a própria indústria não tem levado a mídia física muito a sério. Afinal de contas, quantas vezes vemos empresas lançando jogos em disco incompletos e que dependem de atualizações gigantescas disponíveis logo no dia do lançamento para funcionar? Para ficar no mundo do Xbox, temos exemplos de jogos como “Halo 5” e “Gears of War 4” que foram lançados em um Blu-Ray de 50 GB, mas que já ocupam mais de 100 GB de armazenamento no console após várias atualizações. Ou seja: quem comprar o disco hoje vai ter um download gigantesco pela frente assim que inseri-lo no console. A realidade é que o disco hoje em dia é só um validador de autenticidade de um jogo. Em muitos casos, ele sequer carrega mais o jogo completo, e as empresas apostam nas atualizações para corrigir bugs que às vezes são gravíssimos, de modo que quem evita esses updates está sujeito a uma experiência de jogo toda quebrada. Assim, fica claro que o caminho para o sucesso em uma aposta como essas é convencer o consumidor pelo bolso. A mídia digital já está aí, se tornando cada vez mais popular e acessível, enquanto a mídia física é relegada ao segundo plano pelos desenvolvedores; o que falta é preço: faça o console e os jogos mais baratos, e o público seguirá a tendência. Foi o que aconteceu com o Steam no PC; a combinação de preço e conveniência fez com que hoje sequer seja possível comprar um disco de jogo para Windows, e as caixinhas vendidas em lojas hoje normalmente só possuem um código de download. A se lamentar, no entanto, é a questão da preservação histórica dos videogames. A mídia digital, infelizmente, está sujeita à vontade da Microsoft, no caso do Xbox; se a empresa decidir por algum motivo, desabilitar seus servidores, ninguém mais vai baixar nenhum jogo. Obviamente isso não é um problema no curto prazo, mas e em 20 anos? Até hoje é possível ligar um Atari e plugar um cartucho de “River Raid”, mas você não vai mais conseguir jogar “Scott Pilgrim vs. the World: The Game”, da geração passada, ou “P.T.”, o teaser jogável para o cancelado “Silent Hills”, que tiveram sua distribuição exclusivamente digital interrompida. Que outros conteúdos poderão se perder ao longo do tempo? ========================================================= Xbox S sem um leitor otico, vai ser somente 50 dollares mais barato? Os jogos custam o mesmo preço sendo digital/fisco portanto melhor ter um Bluray para emprestar para um amigo do que ficar fazendo milhares de contas para dividir. Jogos digitais podem desaparecer das lojas porque a licença expirou. Pra quem faz streaming de games vai ser uma boa, o ruído vai ser menor, tirando isso nada muda, a MS e seu sonho molhado de abandonar mídias físicas, o grande problema é que ainda elas fazem parte de um grande negocio: o Mercado usado de games, lojas e sites vendem games usados a preços muito competitivos, muitas pessoas ainda utilizam do esquema: compre seu jogo novo, detone ele, devolva na semana de lançamento e tenha um bom desconto/credito na compra de um jogo novo.
  2. Não ligo mais com as especificações, já quando lançarem, placas de vídeo e processadores estarão obsoletos se comparados ao PC, portanto quais exclusivos estarão disponíveis e qual vantagem cada um vai possuir, comprei o PS4 por causa de Bloodborne e Persona 5 o resto veio de lucro, retro para mim não vejo muita vantagem já que pretendo ficar com o antigo console. Talvez o mais importante seria o multiplayer entre plataformas, mas isso também é um detalhe secundário. Sinceramente eu jogo muito pouco online, prefiro jogos singles player, não tenho mais tempo para ficar gastando e meus reflexos já se foram a muito tempo, gosto do multiplayer da serie Souls e do estilo Drop in, Drop Out. Esse negocio de nuvem ainda não funciona bem nos países desenvolvidos, EUA que possui em media 18.7 Mb/s, Inglaterra 16.9Mb/s em comparação a Korea do Sul 28.6 Mb/s mesmo com grande vantagem ainda vai ser problemático jogar com nuvem, banda larga tem seus problemas de expansão. Os malucos dos Brs com 6.8 Mb/s não vão conseguir jogar em nuvem a não ser que seja um jogo em turno. Creio com o advento da 5g ai jogar em nuvem vai ser possivel 430 Mb/s e 1 a 25 milissegundo de input delay. Creio que quando chegar o dia MS e Sony vão virar prestadora de serviços e consoles vão ser mais um gadget do que algo necessário. Mesmo com streaming de musica, eu ainda levo minhas em mp3, porque nem sempre tenho conexão boa ou não consigo ter acesso, Melhor ter alguma coisa para passar o tempo do que nada, ate mantenho alguns jogos de celular que rodam offline. Infelizmente nossa infra tá atrasada em muitas décadas, operadoras ainda não terminaram a expansão do 4g no Brasil todo e possível que fique a suruba de 2g/3g/4g/5g no território brasileiro.
  3. ainda não senti que joguei o meu ps4 o suficiente para comprar outro console e estou esperando o novo playstation portatil
  4. Videos ? A maioria são puláveis ou o tempo deles são levados em conta, já que não da pra fazer nada a respeito, faz parte do desafio, muitos runners conseguem pular partes dos mapas usando glitches diminuindo o tempo de modo drastico. Já fatores como RNG é possivel manipular a seu favor, por incrivel que pareça existem speedruns de Binding of Isaac um jogo que é possui uma forte randomização de mapas e itens. Ate descobriram como manipular encontros aleatorios e taques criticos em Dragon Quest !
  5. Sim você pode chegar lá, a maioria dos speedrunners não nascem gênios no game, mas praticam ate ficarem excelentes, acompanho alguns speedrunners e a maioria deles iniciaram admirando outras pessoas e começaram a praticar. Brasil domina nos speedruns de Resident Evil o atual record é de 31 minutos https://www.speedrun.com/mmx Recomendo assistir um stream de speedrun, é bem divertido Acompanho Awesome Games Done Quick, AGDQ ou GDQ maratona de uma semana com os maiores speedruners levantando contribuições na pesquisa contra o cancer esse ano dia 23 a 30 de Junho. Ao vivo pelo Twitch ou arquivos no Youtube. e European Speedrunner Assembly ESA tambem uma maratona para levantar fundos para diversas caridades.
  6. Recomendo esperar mais 1 ano de atualizações para esse jogo, ja que o periodo real de desenvolvimento foi de somente 9 meses, Bioware esta num situação precaria, maioria do talento saiu ou aposentou e os novos estão em um clima de Crunch perpetuo (horas extras não pagas), Tenho certeza depois de Dragon Age 4 EA vai fechar o estudio. https://kotaku.com/how-biowares-anthem-went-wrong-1833731964
  7. Paladino

    Feliz Aniversário!

    Feliz aniversario FGBraz e Sensui
  8. Paladino

    Hearthstone

    Rise of Shadows O que eu consegui: Cartas Lendarias total= 7,4% Cartas Lendarias não repetidas= 7,12% Cartas epicas total= 21% Cartas epicas não repetidas= 14,5 Cartas douradas 18,2% Para melhor entendimento: O numero de cartas duplicadas são 2 e lendarias o maximo é 1. Eu notei que muitas cartas épicas foram repetidas, cheguei a ter 6 extras repetidas! ou seja 8 cartas iguais é um desperdício imenso! Mas dessa quantidade ridícula foi o suficiente para criar as cartas que estavam faltando e sobrou material para a criação de cartas douradas clássicas, porque sempre banem cartas desse set, então vou criando um "banco de poeira" Sinto que porcentagem foi ótima, muito superior as coleções anteriores consegui fechar a coleção graças a enxurrada de épicos, so perdendo para MSG (teve um bug no lançamento aumentando as chances de lendárias), não preciso mais comprar nada ate a próxima expansão, portanto começar a poupar para o meio do ano.
  9. Paladino

    Hearthstone

    Com a próxima expansão vindo, Quem logar ate a expansão (9) ira ganhar: Uma carta Legendaria e dependendo do seu aparelho conectado esses versos de cartas, dureza achar um iphone para jogar... Archmage Vargoth
  10. Se o Mini Mega Drive vender bem, quem sabe?
  11. Ontem fui assistir Dumbo e Tim Burton conseguiu fazer um ótimo trabalho, estranhamente o filme não é "Burtonesco" provavelmente o pessoal da Dysney deve ter controlado muito ele. Gostei muito da adaptação, o filme é bem curtinho com uma historia coesa e gráficos muito bons, o Dumbo é bonitinho e muito expressivo recomendo para crianças e pessoas que assistiram o desenho antigo.
  12. Sugiro colocar o seu dinheiro emergencial em Tesouro Direto ou CDB já que ambos possuem rentabilidade diária ao invés de aniversários da Poupança e você pode retirar com facilidade.Poupança serve para valores muito pequenos que muitos dos produtos financeiros não aceitam. Caso tenha uma NuConta coloque seu dinheiro emergencial lá, o rendimento é de 100% o CDI e taxas zero por parte deles (incidência de impostos são retidos automaticamente). Superior a muitos produtos similares que bancos grandes tem, mas existem alguns que rendem 120% de CDI, mas tenha cuidado com esses já que são de bancos pequenos/médios e o risco pode ser maior. A NuConta é bem legal, mas fica muito fácil cair na tentação de usar o fundo de emergência em contas bobas. Coloquei meu dinheiro emergencial na NuConta, porque a aplicação que estava originalmente estava rendendo menos que a Selic e estavam comendo 2% dos rendimentos+taxas de administração (Bradesco vai tomar no cú, seus parasitas do inferno), ou seja estava perdendo dinheiro lentamente durante 2 anos! Nesse mês pude ver um ganho real da conta, realmente fiquei abismado, sem taxas mesmo 0,541% ao mes (6,4% ao ano) é muita coisa! Poupança 70% da Selic + Taxa referencial. Os ganhos são feitos no Aniversario da aplicação, se resgatar antes não ganha nada. Aceita valores muito pequenos ================================================================================ Tesouro Direto Taxa varia de acordo com o plano escolhido é preciso esta atento antes de comprar o papel (Geralmente Selic + alguma coisa) Ganhos são diários Aceita valores médios, é possível comprar um papel inteiro ou frações Os títulos tem data de expiração, quando vencem dão um bom rendimento A tributação varia com a idade da conta, o imposto de renda será retido na fonte no momento do resgate ou vencimento da aplicação Até 6 meses 22,5% De 6 meses a 1 ano 20% De 1 a 2 anos 17,5% Acima de 2 anos 15% =============================================================================== CDB Taxa varia de acordo com o plano escolhido é preciso esta atento antes de investir (geralmente inferior a Selic) Ganhos são diários Aceita valores pequenos/médios/grandes, varia de acordo com o plano escolhido A tributação varia com a idade da conta, o imposto de renda será retido na fonte no momento do resgate ou vencimento da aplicação Até 6 meses 22,5% De 6 meses a 1 ano 20% De 1 a 2 anos 17,5% Acima de 2 anos 15% ================================================================================= NuConta A taxa é 100% da Selic Ganhos Diários Aceita valores pequenos Tarifas Zero com exceção de IR e IOF (IOF dos primeiros 30 dias) NuConta não é segura pelo Fundo Garantidor de Credito (FGC), caso a empresa quebre, você terá o seu dinheiro através de uma eventual ação judicial.
  13. Paladino

    Borderlands 3

    O dinheiro do desenvolvimento de Bordelands 2 foi furtado financiado pela SEGA ( Aliens: Colonial Marines ) quem foi o otario investidor generoso que deu dinheiro para Borderlands 3? Espero um jogo bom, com uma historia divertida, mas com milhões de DLCs e microtransações no game, vai ser um jogo legal para comprar depois de terminarem todo o ciclo de desenvolvimento do projeto, que vai ser bem longo. Comprei Bordelands 2 a """edição completa"""" que faltava uns 6 DLCs e um personagem... Comprem daqui a 2 anos vai estar barato e com todo os penduricalhos.
  14. Já bato nessa tecla faz desde 2016 nesse fórum, mas somente em 2017 comecei a pesquisar com mais afinco e descobri que estava muito despreparado, tinha uma pequena quantia guardada, com certeza não conseguiria ter uma aposentadoria digna. Agora estou utilizando o método chinês de aposentadoria: Utilize 60% do seu salário para poupar/investir e viva com 40% da sua renda. Um método horrivel para sua qualidade de vida, mas enquanto não tiver filhos e solteiro, posso passar esse aperto. Já avisei a todos em inúmeros tópicos, mas não sei se alguém me ouviu ou fez alguma coisa a respeito,não brinquem com isso já que o governo tem um histórico de incompetência generalizada em gastos públicos e adora impostos novos, mas ganhos reais de educação, saúde, segurança e infraestrutura são risíveis. Temos os impostos do nível da Suíça mas o que recebemos é algo parecido com a África do Sul Essa nova regra de aposentadoria só esta adiando o inevitável: O Brasil esta ficando velho e com menos crianças, estamos desperdiçando o que é mais precioso no pais: a nossa população jovem, estamos formando muito mal e matando muito os jovens, tenho certeza que não iremos conseguir chegar a ser um pais desenvolvido. Estamos com a pirâmide etária em forma de "pera", quando eu me aposentar, a pirâmide etária vai ficar um "triangulo invertido". Portanto aumentar o tempo de contribuição vai ser uma "empurrada com a barriga", querendo ou não o modelo não é sustentável ao longo do tempo, alguém vai ter que pagar o pato nessa transição (eu acho) que vai ser a nossa geração ou a geração dos nossos filhos. Fiquei muito interessado no outro modelo proposto de capitalização, muitos citam o modelo do Chile que não deu certo, mas também o modelo chileno é uma porcaria, o cidadão tem que contribuir sozinho e a conta sofre taxação sobre os ganhos. Estudei o modelo dos Estados Unidos e Canadá e achei muito bom o sistema de capitalização deles: Roth 401k/IRA (modelo americano) TFSA (modelo canadense) Ambos são modelos bens sólidos, mas depende muito do próprio trabalhador fazer o seu pé de meia. Simplificando: É uma "conta poupança" (O mais parecido com o que temos aqui) livre de taxas e impostos, trabalhadores fazem contribuições mensais do seu salário e as empresas costumam depositar a mesma quantia do trabalhador (a grande diferença do sistema chileno é essa) Existe um teto anual de contribuição que o cidadão pode fazer a tabela depende da idade e salário do trabalhador. Você pode utilizar essa conta para investir em compra de ações, títulos, fundos e outras aplicações, mas o cidadão não pode retirar o dinheiro ate os 70 anos de idade (existe uma penalidade em forma de taxas e imposto de renda), após essa idade todo o dinheiro é seu sem nenhum imposto. É bem mais complexo porque você que tem que fazer as suas escolhas, não é apenas uma mera acumulação de recursos, existe uma geração passiva de dinheiro, mas independe do governo. E para as pessoas que tem medo da bolsa, existem papeis chamados ETFs que são bem seguros, a maioria dos americanos compram esse papel por ser bem estável e render bons dividendos. Pessoalmente estou investindo violentamente em: Minha Aposentadoria Privada (VGBL), comprando Títulos do Tesouro e comprando Ações de empresas Blue Chips, não pretendo vender nenhuma ação e sim acumular papeis para receber dividendos a cada quadrimestre. Não estou seguindo nenhum modelo dessas "empresas que prometem te deixar rico", porque a modelagem da Bettina somente contempla a especulação de papeis e não ganho por dividendo. Basicamente ainda tenho um tempo para me preparar para a velhice, tenho de correr muito para não cair no chão como o senhor Giorgos Shatzifotiadis um aposentado grego que descobriu que o governo mandou fechar todos os bancos, impediu a retirada de dinheiro e cortou o beneficio em 30%. Para mim a o que aconteceu na Grécia e Itália é uma possibilidade alta de ocorrer, altos impostos, governo corrupto e ineficaz, utilizando dinheiro emprestado para pagar as contas, não temos um alto déficit externo, mas nossa divida interna é uma tragédia. E vou começar a estudar (ainda não começei) em ter uma conta fora do pais, vai ser 100% legal sem nenhuma maracutaia, só tenho um medo da volta do "Plano Verão" Lembram quando o governo confiscou o nosso dinheiro? Quatro Vezes Seguidas? Pelo menos um dinheirinho no exterior estaria salvo do confisco, mas questões tributarias e outras merdas são um porre. Provavelmente jogar 1 ano de salário em uma conta poupança em outro pais e deixar lá quietinho em caso de outro "plano mirabolante".
  15. Novo Rei Leão em 35 segundos
×
×
  • Create New...