Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Sensui

Filmes da Semana

Recommended Posts

Assisti A Vigilante do Amanhã:

Vigilante do Amanhã

Nunca li o mangá ou assisti o anime, mas achei um bom filme. Não é ótimo ou excelente, mas é um filme que gostei de assistir. Me inspirou a assistir o anime depois.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Não achei um filme ruim, mas tampouco achei acima da média, filme pipoca legal.

Acho que algumas coisas me desagradaram no filme, principalmente as coincidências e explicações fáceis do filme.

Basicamente, se queriam alguém para ser cobaia, bastava pegar um dos milhões de voluntários que fariam fila para renascer num corpo robótico ao invés de pegar uma rebelde anti-sistema. O lance todo com o vilão achei bobo. Por fim, Batou foi a melhor coisa do filme e... Cortam todas as cenas que, no anime, ele aparece suprimindo totalmente a cena em que, no anime, ele ajuda a Motoko contra o tanque-aranha. Sério, empoderar mulheres é ótimo, mas melhor que isso é empoderar elas sem desempoderar os homens. Se eles são uma equipe e um ajuda o outro, não torna nenhum deles melhor. Fazer isso intencionalmente (reduzir o Bateau) me desagragou.


Apesar de ser mediano, merecia uma aceitação ligeiramente melhor.

Os SJWs (os mesmos que o filme tentou agradar diminiundo o Bateau) deram um fogo amigo tão grande que o filme flopou feio.

 

Fica o alerta, quem lacra não lucra. Fazer um filme focado nessa turma é pedir pra ter prejuízo.

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 06/03/2018 at 18:26, Brek disse:

Assisti A Vigilante do Amanhã:

Vigilante do Amanhã

Nunca li o mangá ou assisti o anime, mas achei um bom filme. Não é ótimo ou excelente, mas é um filme que gostei de assistir. Me inspirou a assistir o anime depois.

O anime Ghost in the Shell eu assisti 2 anos atrás. Possui uma linguagem muito complexa.

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Finalmente assisti:

Go Behind the scenes of The Last Jedi in a New Star Wars Video

Achei o filme excelente. Melhor que o anterior. Não entendi o por que de tanto mimimi sobre o filme.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Estou num ciclo vicioso viciado ,como diz um poema meu...

Tem uns filmes antigos que reprisam na TV a cabo que parecem serem mágicos...Tipo eu posso pegar o filme em qualquer parte que se eu assistir uns minutos fico presa a eles até o fim...Ainda que já saiba até as falas de tanto ver...

Alguns deles que tem me perseguido:

Lucy

Van Helsing 

Guerra dos Mundos

Soldado Universal

Thor

Lendas da Paixão 

Coração de Tinta

Entre outros...

 

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
13 horas atrás, Brek disse:

Finalmente assisti:

Go Behind the scenes of The Last Jedi in a New Star Wars Video

Achei o filme excelente. Melhor que o anterior. Não entendi o por que de tanto mimimi sobre o filme.

Basicamente, há pessoas que apreciam uma coisa chamada coerência, por isso o mimimi.

 

Grandes spoilers abaixo. Na verdade, spoiler de tudo

 

 

Início de O Despertar da Força, Nova República domina a galáxia. Primeira Ordem é um grupo terrorista.


=>Primeira Ordem destrói 5 planetas da República.
Perde sua arma destruidora de planetas, em que enfiou quase todos os seus recursos, assim como centenas de milhares de tropas, base e naves.

=>Duas semanas depois, a Galáxia está dominada e a Resistência foge.

=>Todas as naves da resistência, as grandes que gastam bastante combustível, as médias que gastam combustível medianamente e as pequenas que gastam menos combustível ficam sem combustível ao mesmo tempo.

=>Aí, enfiam Donald Trump pra pilotar um gigantesco encouraçado da primeira ordem, o cara só sabe gritar e berrar, não dá nenhuma ordem certa... E é comandante de um encouraçado? Ok.

=>Poe Dameron, o mesmo Poe que podia ter deixado Finn para trás depois de ser liberto, o mesmo Poe que daria sua vida para salvar seus amigos, que deu sua jaqueta para um cara que mal conhecia... Voltou todo feliz depois de dezenas de companheiros dele morrerem numa missão que acabou com toda a frota de bombardeios destruída.

=>Aliás, bombardeiros lentos, sem defesa, com bombas que "caem" no espaço... Isso um ano depois de Rogue One mostrar, na batalha de Scharif, que os rebeldes tinham bombardeiros muito mais rápidos, ágeis e poderosos? Totalmente com sentido.

=>5 minutos depois disso, surge o gigantesco super star destróier de Snoke. Ei, eles não tinham investido seus recursos na Base Starkiller? Como um grupo terrorista teve tanta grana assim pra ter DUAS armas gigantescas em poucos anos?

=>Mais ou menos por aí, Finn, que foi um dos personagens com maior crescimento no filme anterior - de um  stormtrooper desertor para um herói relutante para um herói que sacrificaria sua vida pelos seus amigos - começa como... Alívio cômigo? Pior. Ele esqueceu toda a sua evolução no outro filme e volta a ser o stormtrooper desertor? E protagonista da parte mais idiota do filme? 

=>Aliás, a mulher que cuida das naves é uma gênio que, sozinha, conseguiu criar um plano para salvar a tropa que os altos oficiais não conseguiram? Se a faxineira deles é esse gênio, imagino o cara que trabalha na cantina... Se tivessem falado com ele, com certeza ele seria um mestre jedi que venceria Snoke, perderam a oportunidade.

=>Antes que diga que a General Feminista de Cabelos Roxos tinha outro plano, esse plano consistia em perder todas as naves que eles tinham para enfrentar a Primeira Ordem. Tipo, "vamos perder toda a nossa vantagem, naves que demoramos décadas para obter, porque não vai ser difícil arrumarmos 10 vezes mais naves pro próximo filme", já que ninguém liga pra coerência.

=>Finn e Rose vão pra um cassino galático que usa crianças como escravas... Crianças como escravas num universo que tem robôs aos milhões? Só pra lacrar? Hoje, compramos um robô de limpeza por 200 dolares. Isso dá 600 reais. Só de comida, vestuário e acomodação, as crianças gastam num ano o suficiente para vários robôs (levando em conta que eles vivem decadas sem recarregar). No cassino, eles soltam animais de corrida dos capitalistas malignos e deixam eles num descampado "Vitória, eles dizem", como se no dia seguinte todos eles não fossem ser capturados de volta. Nem é falta de coerência, é burrice mesmo.

=>Isso que não falamos de Luke Skywalker. Vale lembrar que ele viu uma fagulha de bondade em Darth Vader, acreditou que poderia salvar ele do lado negro... Tipo, Kennobi, Ioda, Leia e Han Solo, todos eles disseram que ninguém que vai para o lado negro pode ser salvo, é algo que nunca aconteceu. Luke foi contra tudo o que mestres jedi e amigos diziam e tentou trazer Darth Vader de volta. O mesmo Darth Vader que havia passado os 30 anos anteriores com o ódio como único combustível, matado velhos amigos e feito coisas terríveis... E conseguiu o impossível, trouxe ele do lado negro. Aí, o sobrinho feio dele tem muito lado negro - mas nunca havia feito nem 1 milésimo do que Vader fez e Luke pensa em matar o guri???? Sério? O personagem esqueceu tudo o que fez antes?

=>Aliás, eu ri quando ele jogou fora a espada, a cena foi engraçada, mas todo o resto dele ser gagá, foi um tapa na cara dos fãs.

Aí, tem o resto do filme, feminismo, lacração, etc... Até Rey vira, como toda feminista, mulher de malandro querendo darficar com o vilão bombado.

=>Logo no final, Finn - o mesmo fim que de co-protagonista virou alívio cômico - finalmente teve sua chance de brilhar. Ele se sacrificaria para impedir que o canhão destruíssa a base rebelde. Todo mundo vibrando. Ia ser agora que o filme seria épico! E vem Rose impede ele de destruir o canhão, com a frase de quinta série "Não temos que lutar contra algo, temos que lutar para salvar o que amamos!" uma linda frase na escola, mas no meio de uma batalha, apenas colocou ambos os dois indefesos nas mãos da Primeira Ordem. De novo, nem falta de coerência é (na verdade, é sim): É burrice!

=>Finalmente, Luke Skywalker vem e enfrenta Kylo Ren. Cara, era aquilo que todos os fãs estavam esperando há anos, Luke Motherfucker Skywalker enfrentando Kylo Ren. Outra vibração. Da primeira foi alarme falso (com Rose destruindo a cena) mas agora era pra valer. Luke Skywalker em todo o seu poder! Não, espera, também não era pra valer, era só uma ilusão... Luke morre porque mandar um faz holográfico pra outro planeta é demais pra ele (Snoke controlava mentes a planetas de distância e era café com leite pra ele) e... 

=>Final do filme, descobrimos que um dos guris que era escravo no planeta dos capitalistas, tem poder da força. Mais lacração que isso.[/spoiler]

 

Pois é, Brek também não entendi por que tanto mimimi. Devem ser fãs chatos que queriam um mínimo de coerência.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Realmente é coisa mais de fã mesmo. Eu como não sou fã só vi um filme sci-fi bem legal, o primeiro quase me deu sono, mas esse teve um ritmo bom para mim e acabei curtindo mesmo não sendo nem de longe fã da franquia.

:aznD: Sempre achei chato, na verdade, mas como é um filme de grande orçamento e efeitos especiais acabo sempre assistindo.

Bem, mas vamos aos pontos que você levantou e como eu vi isso...

3 horas atrás, Goris disse:

=>Primeira Ordem destrói 5 planetas da República.
Perde sua arma destruidora de planetas, em que enfiou quase todos os seus recursos, assim como centenas de milhares de tropas, base e naves.

=>Duas semanas depois, a Galáxia está dominada e a Resistência foge.

=>Todas as naves da resistência, as grandes que gastam bastante combustível, as médias que gastam combustível medianamente e as pequenas que gastam menos combustível ficam sem combustível ao mesmo tempo.

A Primeira Ordem é poderosa para caramba e já manda em vários pontos da Galáxia, oficialmente os rebeldes é que são terroristas na visão deles e a Primeira Ordem é um Império em expansão e os planetas que não aceitam isso são destruídos. Eles investiram pesado na arma destruidora de planetas, mas não foi por que ela não deu certo que eles ficaram sem grana. Primeira Ordem nunca este com orçamento no vermelho.

Sobre acabar o combustível, é uma fatalidade possível de acontecer. Ainda mais quando você teve que sair fugindo de algum lugar sem tempo de abastecer e faz saltos que consomem bastante energia. Mas concordo que foi um plot fraco, porém, possível.

3 horas atrás, Goris disse:

=>Aí, enfiam Donald Trump pra pilotar um gigantesco encouraçado da primeira ordem, o cara só sabe gritar e berrar, não dá nenhuma ordem certa... E é comandante de um encouraçado? Ok.

Ele já aparece no primeiro filme. Ele e Ben são os grandões do Snoke. Não sei por que isso e achei péssimas escolhas desde o filme anterior, mas eles já eram isso no filme anterior então nada mais normal do que ele estar no comando da nave. 

3 horas atrás, Goris disse:

=>Poe Dameron, o mesmo Poe que podia ter deixado Finn para trás depois de ser liberto, o mesmo Poe que daria sua vida para salvar seus amigos, que deu sua jaqueta para um cara que mal conhecia... Voltou todo feliz depois de dezenas de companheiros dele morrerem numa missão que acabou com toda a frota de bombardeios destruída.

O cara saiu em uma missão suicida e voltou vivo acreditando que derrotou o inimigo. Nada mais normal do que ter achado bom. Só depois que as perdas são notadas e a ficha cai, ele achava que tinha salvado a todos que estavam na nave mãe, mas no fim suas ações não deram em grande coisa. Ele é impulsivo e idiota desde o primeiro filme, mas um piloto habilidoso.

3 horas atrás, Goris disse:

=>Aliás, bombardeiros lentos, sem defesa, com bombas que "caem" no espaço... Isso um ano depois de Rogue One mostrar, na batalha de Scharif, que os rebeldes tinham bombardeiros muito mais rápidos, ágeis e poderosos? Totalmente com sentido.

Era o que estava a disposição provavelmente. Nem sempre dá para ter o melhor equipamento disponível quando se está fugindo com o rabo entre as pernas.

3 horas atrás, Goris disse:

=>5 minutos depois disso, surge o gigantesco super star destróier de Snoke. Ei, eles não tinham investido seus recursos na Base Starkiller? Como um grupo terrorista teve tanta grana assim pra ter DUAS armas gigantescas em poucos anos?

Novamente, investiram recursos sim, mas não ficaram pobres. Que Snoke devia ter a melhor nave desde o príncipio já era algo de imaginar já que ele é o líder do império. Ou você achava que ele ia de um canto para outro de taxi ou numa navinha qualquer que comprou em leves prestações. Realmente não entendo esse ponto de achar que a Primeira Ordem é pobre e só tem dinheiro para fazer uma arma e ter um ou dois Destroir.

3 horas atrás, Goris disse:

=>Mais ou menos por aí, Finn, que foi um dos personagens com maior crescimento no filme anterior - de um  stormtrooper desertor para um herói relutante para um herói que sacrificaria sua vida pelos seus amigos - começa como... Alívio cômigo? Pior. Ele esqueceu toda a sua evolução no outro filme e volta a ser o stormtrooper desertor? E protagonista da parte mais idiota do filme? 

Ele estava mais preocupado com a Rey do que outra coisa. Ele não queria apenas fugir e ir para um deserto, por exemplo. Ele viu que não iria dar certo aquilo, que não tinha o que fazer e que se Rey fosse lá iria morrer, então decidiu que não queria isso para a Rey.

3 horas atrás, Goris disse:

=>Aliás, a mulher que cuida das naves é uma gênio que, sozinha, conseguiu criar um plano para salvar a tropa que os altos oficiais não conseguiram? Se a faxineira deles é esse gênio, imagino o cara que trabalha na cantina... Se tivessem falado com ele, com certeza ele seria um mestre jedi que venceria Snoke, perderam a oportunidade.

Ela não era um gênio. Muito pelo contrário. A conclusão que ela teve não é lá muito difícil de entender e provavelmente o alto escalão sabia da mesma coisa, mas não iria querer arriscar invadir a nave do Snoke. Já aquele trio de idiotas teve essa ideia idiota que no fim não serviu de nada mesmo já que foi algo concebido por pessoas idiotas.

4 horas atrás, Goris disse:

=>Antes que diga que a General Feminista de Cabelos Roxos tinha outro plano, esse plano consistia em perder todas as naves que eles tinham para enfrentar a Primeira Ordem. Tipo, "vamos perder toda a nossa vantagem, naves que demoramos décadas para obter, porque não vai ser difícil arrumarmos 10 vezes mais naves pro próximo filme", já que ninguém liga pra coerência.

Não vi nada de "feminista" nela. Era só uma general qualquer. E os planos nem eram dela inicialmente, mas sim da Lea que estava inconsciente. Vimos o piloto lá tomando suas decisões baseado no que sabia, mas o tempo todo o alto escalão só queria fugir para aquele planeta lá e como já estavam na pior iriam perder sim a nave grande até só para sair vivo em naves menores para aquele planeta e pedir socorro. Missão que foi um sucesso no fim das contas, pois eles conseguiram o que planejavam. Só que depois veio uma arma que eles não esperavam que botou todo o plano a perder.

4 horas atrás, Goris disse:

=>Finn e Rose vão pra um cassino galático que usa crianças como escravas... Crianças como escravas num universo que tem robôs aos milhões? Só pra lacrar? Hoje, compramos um robô de limpeza por 200 dolares. Isso dá 600 reais. Só de comida, vestuário e acomodação, as crianças gastam num ano o suficiente para vários robôs (levando em conta que eles vivem decadas sem recarregar). No cassino, eles soltam animais de corrida dos capitalistas malignos e deixam eles num descampado "Vitória, eles dizem", como se no dia seguinte todos eles não fossem ser capturados de volta. Nem é falta de coerência, é burrice mesmo.

Na franquia Star Wars em geral é normal ter escravos. Os pirralhos lá serem escravos não vi nada demais, até por que pode ter sido até algo que eles conseguiram com alguém que não conseguia pagar alguma dívida e deixou os pirralhos lá. No fim, ainda é um investimento, pois quando os pirralhos crescerem devem valer mais do que quando chegaram lá então daria até para vender e sair no lucro. Como receber um bezerro magro de alguém que está te devendo e depois vender ele quando estiver no ponto de corte.

4 horas atrás, Goris disse:

=>Isso que não falamos de Luke Skywalker. Vale lembrar que ele viu uma fagulha de bondade em Darth Vader, acreditou que poderia salvar ele do lado negro... Tipo, Kennobi, Ioda, Leia e Han Solo, todos eles disseram que ninguém que vai para o lado negro pode ser salvo, é algo que nunca aconteceu. Luke foi contra tudo o que mestres jedi e amigos diziam e tentou trazer Darth Vader de volta. O mesmo Darth Vader que havia passado os 30 anos anteriores com o ódio como único combustível, matado velhos amigos e feito coisas terríveis... E conseguiu o impossível, trouxe ele do lado negro. Aí, o sobrinho feio dele tem muito lado negro - mas nunca havia feito nem 1 milésimo do que Vader fez e Luke pensa em matar o guri???? Sério? O personagem esqueceu tudo o que fez antes?

=>Aliás, eu ri quando ele jogou fora a espada, a cena foi engraçada, mas todo o resto dele ser gagá, foi um tapa na cara dos fãs.

Aí, tem o resto do filme, feminismo, lacração, etc... Até Rey vira, como toda feminista, mulher de malandro querendo darficar com o vilão bombado.

=>Finalmente, Luke Skywalker vem e enfrenta Kylo Ren. Cara, era aquilo que todos os fãs estavam esperando há anos, Luke Motherfucker Skywalker enfrentando Kylo Ren. Outra vibração. Da primeira foi alarme falso (com Rose destruindo a cena) mas agora era pra valer. Luke Skywalker em todo o seu poder! Não, espera, também não era pra valer, era só uma ilusão... Luke morre porque mandar um faz holográfico pra outro planeta é demais pra ele (Snoke controlava mentes a planetas de distância e era café com leite pra ele) e... 

Eu achei que o mimimi era por que Luke teria virado vilão pelas imagens que via na net antes de ver o filme, mas no fim ele só se isolou mesmo depois de falhar constantemente e ter feito merda. O cara é humano e falho. Já tinha lavado as mãos para tudo isso, não dá para dizer que ele já não tinha dado sua contribuição durante a vida, mas desistiu. Achei algo humano. Mas também achei estranho ele morrer daquele jeito. Entendi por que ele tá velho e fraco já, parado a anos em sua erudição e fez um esforço maior do que podia para aquilo que ele era no momento. Ele viu algo em Ben pior do que em Vader e teve um momento de fraqueza segundos depois de ter visto, talvez puro instinto de guerreiro mesmo, como um reflexo. Algum segundo que o instinto deu lugar para o cérebro ele já tinha desistido da ideia, mas o Ben interpretou errado e deu merda.

Sobre Rey, ela viu coisa que não vimos. Chegou a ver o futuro. Por isso tomou as decisões que tomou. Ela provavelmente viu Snoke morto por Ben e por isso acabou confiando nele no fim, mas entendeu errado achando que ele iria ser mocinho quando ele só queria mais poder e transar com ela.

4 horas atrás, Goris disse:

=>Logo no final, Finn - o mesmo fim que de co-protagonista virou alívio cômico - finalmente teve sua chance de brilhar. Ele se sacrificaria para impedir que o canhão destruíssa a base rebelde. Todo mundo vibrando. Ia ser agora que o filme seria épico! E vem Rose impede ele de destruir o canhão, com a frase de quinta série "Não temos que lutar contra algo, temos que lutar para salvar o que amamos!" uma linda frase na escola, mas no meio de uma batalha, apenas colocou ambos os dois indefesos nas mãos da Primeira Ordem. De novo, nem falta de coerência é (na verdade, é sim): É burrice!

É burrice mesmo e isso que é bom. O filme é cheio disso, mas explico mais sobre isso no fim. E Finn também é protagonista, não morre tão cedo.

4 horas atrás, Goris disse:

=>Final do filme, descobrimos que um dos guris que era escravo no planeta dos capitalistas, tem poder da força. Mais lacração que isso.

Eu achei que fosse tecnologia da vassoura que vai para mão do pirralho hahahah, mas sim, pode ser a força mesmo e não vi qualquer problema nisso. Qualquer um pode usar a força e aparentemente ela está ficando mais ativa. Talvez por que tem pouca gente se conectando com ela atualmente e o sinal do wifi ficou mais forte.

 

***

Mas no geral o que gostei do filme foi justamente por ser um filme que passa a realidade que as coisas não são como queremos. Maioria queria um filme bobinho com herói derrotando vilão no final e não vendo que bastante coisa que o herói tenta não dá certo mesmo e ele só se "fode" com isso. Enquanto o vilão fica mais poderoso (no caso do Ben). Até parecia que eu estava lendo The Witcher onde leio mais de 100 páginas sobre um plano e o cara executando tudo direito para no fim ser pego. São coisas da vida. Esse mundo cor de rosa onde os planos do herói sempre dão certo com um ou outro sacrifício no caminho às vezes enche o saco.

E na minha mente esse é só o meio do filme, filme anterior era o começo e o próximo deve ser o final, fechando essa nova trilogia até que lancem uma nova trilogia. No próximo filme deve finalmente dar um fim a tudo, como 3 filmes que contam uma só história. E espero que os heróis sofram muito ainda, talvez Rey perdendo um braço ou até morrendo para vencer o Ben. Vai saber... Realmente curti o filme. O pior mesmo que achei foi o Yoda surgir do nada e o Luke virar pó.

Não digo que o filme foi perfeito ou excelente, mas acabei gostando mesmo tendo que perdoar uma ou outra coisa. Os plot twists com os planos dando errado para os heróis foram minhas partes favoritas. Claro que dá para ver sobre uma ótica positiva e negativa, essa aí foi minha ótica, mas era um filme do qual eu já não esperava nada mesmo, então acabou me surpreendendo.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Bom, aí que tá, você dormiu no primeiro filme.

A Primeira Ordem não era O Império dos episódios IV, V e VI. O império foi destruído no final de O Retorno de Jedi (justamente quando Luke tirou seu pai do Lado Negro). Sem o Imperador, o Império acabou por ruir e a República voltou. A história se passa 30 anos depois.

A Primeira Ordem é um grupo terrorista, escondido e perseguido pela República, que junta recursos nesses 30 anos para construir a tal arma. Com elas destroem 5 planetas da República.  É tipo, algum terrorista joga uma bomba nuclear em Wasington, Nova Iorque, Los Angeles e Nova Jersey. Mas destroem o lançador de armas atômicas desses terroristas e... No próximo filme os EUA são dominados por esses terroristas.

 

Entende que, pra quem acompanha todos os filmes, não tem lógica nenhuma? O diretor colocou aquelas letrinhas dizendo "A Primeira Ordem dominou a Galáxia" mas, tipo, eles não tinham perdido sua super arma e sido derrotados? O filme não segue coerência nem com o primeiro filme da nova trilogia.

 

Ou seja, você aceitou o filme como se ele fosse um Stand-Alone e, por isso, achou ele ótimo. 99% de quem não curtiu, era seguidor antigo da franquia e não curtiu.

 

O restante das coisas você apenas segue no "Ah, é possível" e "Ah, tá explicado dentro do filme" ou "É assim mesmo" e realmente, se fosse um filme solto, OK, de repente mais gente gostaria, mas é uma sequencia de um filme que não parece seguir nada.

 

Uma coisa que eu entendi é que o autor teve uma idéia "brilhante". Quebra de expectativa. Um recurso que eu acho ótimo. Quando se sabe usar. Mas ele pecou pelo excesso.

 

Quando Luke pega a espada e joga fora, eu mesmo ri. Foi uma quebra de expectativa. Mas logo depois ele começou a repetir, repetir, repetir. Tudo era quebra de expectativa. Os heróis arrumam um plano? Vai dar errado. O vilão assistente vai virar herói? Quebra de expectativa. O vilão principal vai contar sua origem? Quebra de expectativa. O plano B dos heróis de fugir vai dar certo? Quebra de expectativa. O herói negro vai se sacrificar por todos? Quebra de expectativa. Luke Skywalker vai lutar contra o vilão assistente, que virou vilão principal? Quebra de expectativa.

Então, tipo, usar esse recurso vez ou outra seria fantástico, mas usar ele a cada 5 minutos só faz com que quem esperava um filme melhor se decepcione.

 

Foi o caso comigo e com milhares e milhares de fãs.

Sempre comentando, estimava-se que o filme arrecadasse 2 bilhões e arrecadou 700milhões de dólares a menos.

Teve a maior queda de renda entre uma semana e outra da história.

Na China se esperava um sucesso, o filme ficou menos de 2 semanas em cartaz e teve um público infimo.

 

O motivo? Acredite ou não, os fãs são responsáveis por grande parte da bilheteria (foram o grande público na estréia) mas não retornaram para ver o filme de novo, pois Ryan Johnson simplesmente destruiu tudo que eles amavam na franquia (sim, queríamos os heróis vencendo, sendo heróis e nao patetas, esse tipo de coisa) sem colocar nada no lugar.

 

Veja que vc nem foi ao cinema, baixou de graça? O fato é que fizeram um filme que você, que não pagou nenhum centavo pelo filme, adorou. Mas que quem paga pelo filme, compra bonecos, livros, gibis e o escambau não gostou. O próximo filme, vc provavelmente tbm não irá ver no cinema, certo? Eu tbm não. Ainda que eu tenha ido em 5 dos oito filmes lançados até hoje e financiado a franquia, ela fez um filme pra agradar você - que não paga - e nao a mim. 

 

Entende como os fãs tem certa razão em não curtir (por favor, entenda quando uso você como exemplo é uma exposição que não quer dizer que eu sou melhor ou pior, uso vc omo exemplo de não pagante para expor uma situação).

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
1 hora atrás, Goris disse:

Bom, aí que tá, você dormiu no primeiro filme.

A Primeira Ordem não era O Império dos episódios IV, V e VI. O império foi destruído no final de O Retorno de Jedi (justamente quando Luke tirou seu pai do Lado Negro). Sem o Imperador, o Império acabou por ruir e a República voltou. A história se passa 30 anos depois.

A Primeira Ordem é um grupo terrorista, escondido e perseguido pela República, que junta recursos nesses 30 anos para construir a tal arma. Com elas destroem 5 planetas da República.  É tipo, algum terrorista joga uma bomba nuclear em Wasington, Nova Iorque, Los Angeles e Nova Jersey. Mas destroem o lançador de armas atômicas desses terroristas e... No próximo filme os EUA são dominados por esses terroristas.

 

Entende que, pra quem acompanha todos os filmes, não tem lógica nenhuma? O diretor colocou aquelas letrinhas dizendo "A Primeira Ordem dominou a Galáxia" mas, tipo, eles não tinham perdido sua super arma e sido derrotados? O filme não segue coerência nem com o primeiro filme da nova trilogia.

 

Ou seja, você aceitou o filme como se ele fosse um Stand-Alone e, por isso, achou ele ótimo. 99% de quem não curtiu, era seguidor antigo da franquia e não curtiu.

 

O restante das coisas você apenas segue no "Ah, é possível" e "Ah, tá explicado dentro do filme" ou "É assim mesmo" e realmente, se fosse um filme solto, OK, de repente mais gente gostaria, mas é uma sequencia de um filme que não parece seguir nada.

 

Uma coisa que eu entendi é que o autor teve uma idéia "brilhante". Quebra de expectativa. Um recurso que eu acho ótimo. Quando se sabe usar. Mas ele pecou pelo excesso.

 

 

  Ocultar conteúdo

Quando Luke pega a espada e joga fora, eu mesmo ri. Foi uma quebra de expectativa. Mas logo depois ele começou a repetir, repetir, repetir. Tudo era quebra de expectativa. Os heróis arrumam um plano? Vai dar errado. O vilão assistente vai virar herói? Quebra de expectativa. O vilão principal vai contar sua origem? Quebra de expectativa. O plano B dos heróis de fugir vai dar certo? Quebra de expectativa. O herói negro vai se sacrificar por todos? Quebra de expectativa. Luke Skywalker vai lutar contra o vilão assistente, que virou vilão principal? Quebra de expectativa.

 

Então, tipo, usar esse recurso vez ou outra seria fantástico, mas usar ele a cada 5 minutos só faz com que quem esperava um filme melhor se decepcione.

 

Foi o caso comigo e com milhares e milhares de fãs.

Sempre comentando, estimava-se que o filme arrecadasse 2 bilhões e arrecadou 700milhões de dólares a menos.

Teve a maior queda de renda entre uma semana e outra da história.

Na China se esperava um sucesso, o filme ficou menos de 2 semanas em cartaz e teve um público infimo.

 

O motivo? Acredite ou não, os fãs são responsáveis por grande parte da bilheteria (foram o grande público na estréia) mas não retornaram para ver o filme de novo, pois Ryan Johnson simplesmente destruiu tudo que eles amavam na franquia (sim, queríamos os heróis vencendo, sendo heróis e nao patetas, esse tipo de coisa) sem colocar nada no lugar.

 

Veja que vc nem foi ao cinema, baixou de graça? O fato é que fizeram um filme que você, que não pagou nenhum centavo pelo filme, adorou. Mas que quem paga pelo filme, compra bonecos, livros, gibis e o escambau não gostou. O próximo filme, vc provavelmente tbm não irá ver no cinema, certo? Eu tbm não. Ainda que eu tenha ido em 5 dos oito filmes lançados até hoje e financiado a franquia, ela fez um filme pra agradar você - que não paga - e nao a mim. 

 

Entende como os fãs tem certa razão em não curtir (por favor, entenda quando uso você como exemplo é uma exposição que não quer dizer que eu sou melhor ou pior, uso vc omo exemplo de não pagante para expor uma situação).

Eu nunca assisti um Star Wars no cinema e, provavelmente, nunca irei. Realmente nunca achei nada demais os filmes, apesar de gostar do universo que criaram. Sabre de luz, Jedi, etc. Até hoje só lembro de 2 vilões que é o Darth Vader e o Darth Maul, fora esses o resto é esquecível para mim e o Ben nem se fala.

Mas é como você disse, eu sou só um cara que foi assistir o filme e curtiu. Achei realmente muito bom e até bateu uma certa vontade de ir ver no cinema o próximo, mas como eu disse provavelmente nunca irei, pois é um filme longo e por vezes maçante, mas achei o ritmo bem mais acertado que o anterior a esse.

Só que entendi enterrado a Primeira Ordem, ou não, bem, de acordo com esse filme dominaram a galáxia, então dinheiro não é problema, não é mesmo?

E por isso ninguém ajuda os Rebeldes e eles se chamam rebeldes. Aliás, se a Primeira Ordem era só um grupinho terrorista com apenas uma arma grande por que os Rebeldes se chamava Rebeldes no primeiro filme se eles estavam do lado da Republica? Fiquei sem entender isso aí.

No primeiro filme, que deu sono, mas vi até o fim, já dava a entender que a Primeira Ordem tinha muitos recursos e já dominavam planetas. Pode não ser igual ao Império do Vader, mas já não era um império em expansão em guerra por mais território? Ou mini-império? Sei lá... 

Mas de alguma forma conseguiam dinheiro para construir a "Estrela da Morte", será que era vendendo coxinha? Essa fonte de renda também não parecia vir da "Estrela da Morte", então quando ela foi destruída o dinheiro continuou entrando, não? Ou roubavam tudo saqueando bancos?

A verdade é que tem muita coisa em aberto nessa nova trilogia e muitos fãs querem respostas que não existem, talvez um dia criem. É esperar para ver, mas talvez os planetas que ainda conseguiram destruir eram os mais importantes da República e com isso a República não teve força para lutar contra eles e perdeu, deixando eles como conquistadores da galáxia e, pasme, com um grande império. ;)

Mas eu entendo que os fãs queriam tudo bonitinho e o Luke fodão derrotando todo mundo. Realmente para quem queria algo assim quebrou a cara, mas eu já tinha achado ruim desde o início com aqueles vilões estúpidos, então o segundo acabou sendo uma evolução para mim. Só não chega ao nível dos Star Wars do passado, até por que desde o começo essa nova trilogia começou errada.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 04/01/2010 at 23:24, Goris disse:

Bom, há casos e casos.

Um amigo tinha visto o filme Duna (Frank Herbert, 1984) e achava o filme mais foda do universo. E, realmente, se vc não dormir nas 3 horas de filme, vai achar o filme muito foda, por que tem idéias imaginativas e coisas que vc não encontra em qualquer filme... Como torneiras sanguineas...

Pois bem, um dia eu emprestei o livro pra ele.

E, Duna é Duna, né? O mais famoso livro de Ficção e Fantasia ao lado de Senhor dos Anéis (até hoje não sei qual deles é melhor)...

Depois de ler o livro, ele parou de gostar do filme. Simplesmente o filme é como uma simplificação, infantilização de tudo o que acontece no livro (ainda que seja um dos filmes mais dementes do universo).

Então, se vc nunca leu Sherlock Holmes e ver o filme, poderá ser um filmão. Agora, se vc leu o livro (ou melhor, OS livros) de Sherlock Holmes, entrou no clima e depois for ver esse mesmo filme, ele poderá ser uma merda completa!

E pelo trailer, fizeram o que eu te disse lá em cima... Fizeram um Batman Forever com o Sherlock Holmes. Mesmo que o filme seja legal, vai ser um filme para não-fãs do Sherlock Holmes, por que quem conhece, sabe que não tem nada a ver.

Ah, outro exemplo bem melhor.

Seria o filme Dragon Ball comparado ao anime Dragon Ball. Ou o filme Street Fighter (americano) comparado ao universo do jogo Street Fighter, ou o filme do Mario comparado ao universo do Mario...

Não sei se me fiz entender...

Vai ser algo feito em cima não dos personagens e das histórias, mas em cima apenas do nome e do "sentimento" que ele evoca, adaptado para os anos 2010.

Pessoalmente, desejo do fundo do meu coração que seja um fracasso completo de bilheteria. Cois a que não vai ser, claro... Mas desejar eu posso.

Eu tenho muita vontade de ver o filme Duna. Eu tenho a saga completa no Kindle, comecei a ler e parei porque tive muita dificuldade de acompanhar o que estava acontecendo depois de umas 200 páginas só de apresentação de personagem.

Mas pretendo dar uma segunda chance só pelos comentários que vejo sobre a saga. Inclusive circulam boatos de um novo filme.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
4 horas atrás, Ácido disse:

Eu tenho muita vontade de ver o filme Duna. Eu tenho a saga completa no Kindle, comecei a ler e parei porque tive muita dificuldade de acompanhar o que estava acontecendo depois de umas 200 páginas só de apresentação de personagem.

Mas pretendo dar uma segunda chance só pelos comentários que vejo sobre a saga. Inclusive circulam boatos de um novo filme.

Dê uma chance, de repente, faça como eu, assista ao filme pra entender, depois leia o livro.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 20/03/2018 at 20:01, Goris disse:

Dê uma chance, de repente, faça como eu, assista ao filme pra entender, depois leia o livro.

Geralmente eu leio o livro primeiro. Mas acho que em Duna vou arriscar primeiro o filme pra ver no que dá.

 

Voltando ao Ghost in the Shell, assisti ano passado assim que saiu no cinema. E foi uma decepção imensa. Assisti o primeiro filme, o anime, quando era adolescente. Passava direto na Locomotion (R.I.P.). Cheguei a assistir de novo quando anunciaram o live action, criei expectativas enormes.

 

Basicamente fizeram uma salada com o anime, o mangá e todos os filmes do Ghost in the Shell em um só. E ainda mudaram uns detalhes. E ainda colocaram coisas non-sense como um elenco inteiro falando em inglês e um único personagem falando em japonês e ainda assim todo mundo se entende. Fizeram uma mistura com a história que deixou muita coisa sem sentido, sendo apenas um filminho bacana com efeitos especiais bonitos. Me decepcionou bastante.

 

Tanto que depois de assistir Ghost in the Shell, fiquei com muito pé atrás de ver o novo Blade Runner. Mas ainda assim fui ver no cinema, e gostei bastante. Segue a mesma linha do primeiro filme, foi uma continuação honesta.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Blade Runner foi uma boa continuação, tanto que também fracassou nas bilheterias.

 

Não foi tão bom quanto o primeiro, mas foi melhor que 90% das coisas que lançam ultimamente. Infelizmente, como o povão adora lixo, esse ficou pra tras.

 

Engraçado que Jumanji é filme-pipoca e curti bastante. Mais engraçado ainda é que tentaram mudar Star Wars e dividiram os fãs. Hoje torço pro próximo filme afundar feio, não porque não gosto da saga, mas porque quero que a Disney reconsidere.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Tirei esse último fim de semana pra começar a ver os filmes do Oscar que não tinha assistido ainda.

Comecei por "Três Anúncios para um Crime". E o filme é sensacional. Eu assisti "A forma da Água", e gostei bastante. Mas "Três Anúncios para um Crime" mereceu mais ganhar o Oscar. É um filme que põe o dedo em muitas feridas. É um filme que vai lhe deixar tenso, com vontade de entrar lá e tentar pôr algum juízo na cabeça de vários personagens. 10/10, fazia tempo que não via um filme tão tenso e tão bom.

Depois passei pra "O Destino de uma Nação", que fez com que Gary Oldman ganhasse o Oscar de melhor ator. O pessoal da maquiagem realmente fez mágica com ele, além dele mesmo ter atuado de maneira magnífica. Mas foi só isso. A atuação do Gary Oldman que salvou o filme, porque a narrativa é lenta e a história ficou com vários furos e pontas soltas. Por ter sido uma história real, podia ter sido retratada melhor.

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites
Em 11/03/2018 at 17:37, Brek disse:

Finalmente assisti:

Go Behind the scenes of The Last Jedi in a New Star Wars Video

Achei o filme excelente. Melhor que o anterior. Não entendi o por que de tanto mimimi sobre o filme.

Parei no episódio 2 aqui quando eu puder vou assistir a série e o episódio 3.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×