Ir para conteúdo
Entre para seguir isso  
Paladino

Paladino's Reviews: Nioh

Recommended Posts

Nioh

Plataforma: PS4
Desenvolvido: Team Ninja
Publicado: Sony Interactive Entertainment
Formato: Bluray, Digital

 

Sinopse: Tanto a historia do jogo e a historia do desenvolvimento são inacreditáveis, o roteiro original é de um filme inacabado do lendário Akira Kurosawa, que passou por um inferno astral de 12 anos com varias adaptações e readaptações. Já o personagem principal é mais intrigante ainda, a vida de Miura Anjin, um dos poucos samurais europeus também chamado de William Adams.

Em um universo paralelo em 1600, a Inglaterra virou uma superpotência devido o uso da substancia mística chamada Amrita, a ganancia da Inglaterra força muitos marinheiros(leia-se piratas) a procurarem mais depósitos na mística ilhas de Zipangu (Japão), porem o uso indiscriminado causa os usuários a se tornarem yokais (demônios). Willian descobriu essa conspiração esta preso na Torre de Londres, mas ele possui uma ajuda divina...

 

Gameplay: Ação em Terceira Pessoa, com elementos de Rpg, marinados em Dark Fantasy,  muitos vão dizer que é um Dark Souls nipônico, sim algumas mecânicas são parecidas, mas os controles e  a sensação que o jogo invoca é mais parecido com Ninja Gaiden devido a sua brutalidade e fluidez de combate.

Você inicia selecionando no mapa da região qual missão deseja fazer, existem missões obrigatórias e as que envolvem objetivos, muitas fases destravam outras ou são pre requisitos para acessar algumas habilidades. Todas as fases tem escondidos um certo numero de criaturinhas chamada Kodama, além de adoráveis, eles te dão bônus para achar mais amrita, dinheiro, armas e itens curativos, quanto mais achar maior será a vantagem.

Nioh possui um sistema muito complexo: existem duas moedas, sistema de subida de nível, habilidades e duas arvores de habilidades de Renome, vamos por partes:

Moedas

  1. Amrita é a moeda para o jogador subir de nível, a cada subida aumenta o custo e em caso venha a morrer, elas estarão no mesmo local em um tumulo, estes locais dizem do que o outro jogador morreu, O sistema de subida de lvl e morte são idênticas a serie Souls, mas a grande sacada é poder invocar o jogador morto como um NPC inimigo retendo todo o os movimentos aprendidos, nível e equipamento, caso vença você pode receber como premio o equipamento dele. Eu gosto muito de lutar contra esses inimigos porque voce pode ganhar armas/armadura que ainda não estão disponíveis para você, consegui uma espada elemental de alta qualidade que só seria minha em 5 fases a frente.
  2. Dinheiro serve para o jogador comprar itens consumíveis, comprar a bênção dos Kodamas, forjar armas/armaduras e upgrades de equipamento. O sistema monetário duplo é bem chato, não adianta muito ter um nível alto de destreza para utilizar o arco super poderoso se você não tem dinheiro para as flechas...  

Habilidades são pontos que o jogador recebe por fazer façanhas, usar certos consumíveis ou subir de nível, existe uma arvore de habilidade para cada arma, além de existir magia e ninjutsu, é bem fácil investir em uma habilidade que você pensa que ira ser útil, mas o uso é apenas situacional. Comprei a habilidade de atacar sacando a arma, Iai, pensando que iria ser um Kenshin Himura da vida, mas infelizmente é difícil usar quando um inimigo esta correndo atrás de você...

Renome a cada façanha (matar 50 inimigos com espada, invocar 5 magias ou terminar o estagio pelado sem morrer desarmado matando apenas o chefe da área sem levar dano algum) te dão pontos que sobem seu nível de renome, (porque existem dois eu não sei) mas cada subida te da um ponto para investir em algumas habilidades extras, achar 1% a mais de ouro, 0,5% de dano extra contra monstros, +5 de vida, etc

É muito sistema em cima de sistema, graças a Deus, que existem livros pra realocar seus pontos, não sabia que existia um sistema de renome ate xeretar no menu, fui descobrir que tinha outro quando coloquei o controle no chão e apertei o gatilho de próximo...

Mas uma coisa fizeram bem simples de entender o sistema de combate, existe um tutorial muito bom ensinando como utilizar todas as mecânicas claramente, é possível ver através de um pequeno filme como ativar as habilidades, infelizmente não existe um tutorial pra explicar os outros sistemas.

O protagonista utiliza um sistema de três posturas (defensiva, neutra e ofensiva) mudar altera os movimentos da sua arma e comandos que Willian executa, o que adiciona uma enorme dose de complexidade ao jogo, sem ficar difícil, além das classes de armas que o jogo possui : espada, espada dupla, lança, machado e Kusarigama (foice e corrente) arco, rifle e arcabuz o que abre um leque enorme de opções para estilos variados de jogador. O combate é bem fluido, rápido e letal, Willian responde muito bem aos comandos.

 

Gráficos

O jogo te dá opções, quer jogar com 30 fps travados? ou prefere um frame rate variável, mas a resolução em utrahd? pra quem curte a parte gráfica vai gostar das opções que Nioh oferece.A arte do jogo é soberba, nunca vi uma cidade pegando fogo tão bonita...(um tanto macabro mas verdade) Pequenos detalhes das construções, como as portas feitas de papel (sim elas são destruíveis), os monstros tradicionais estão muito bem modelados e toda a ambientação de vilas, cidades e marcos japoneses estão bem caracterizados. Aparentemente esses 12 anos foram bem gastos na arte do game.

William parece com um certo caçador de monstros mas, mas toda a sua caracterização é diferente: a movimentação, estilo de luta e voz não são similares. Ele não é cínico, mas heroico focado em sua missão, depois que armaduras são equipadas nem da para reconhece-lo. Um destaque para os emotes que possuem um forte apelo oriental.

Alguns golpes tem um foco mais cinematográfico, uma defesa perfeita ou uma esquiva que destrói a guarda são mostrados como uma luta coreografada, é bem legal ser recompensado por sua habilidade.

 

Musica

Tem um toque bem nipônico, com instrumentos tradicionais em destaque, mas as melodias tem o tom lúgubre e solene, a OST dá um toque extra ao sentimento de desolação e solidão das fases, cidades incendiadas por bandidos, locais sagrados violados por demônios e locais onde passaram catástrofes supernatural... As melodias não são marcantes mas conseguem dar um tom a fantasia sombria de Nioh.

A dublagem esta excepcional, os atores escolhidos estão muito bons, o toque de mestre foi o detalhe de Willian não falar japonês e poucas pessoas no jogo falam inglês, portanto cada um fala com sua língua nativa.

É bem interessante como alguns diálogos criam uma ambientação incrível, certos corpos de npc possuem a ultima frase da pessoa, o que nos fornece contexto do que estava acontecendo, camponeses implorando para os bandidos irem embora enquanto outros tentam se salvar, sem esses pequenos áudios o game não possuiria muito sentido.

 

Considerações finais

  • O jogo ficou mais fácil, eu joguei o alfa, beta e beta2, os mapas ficaram iguais, mas a quantidade de inimigos e o dano que causam ficou bem mais facil, muitos lugares onde tinha uma armadilha não existe mais, mas mesmo assim um jogador casual vai ter problemas com o game, quem é veterano da serie souls vai se sentir em casa.
  • Sistemas complexos e em quantidade grande, realmente é muita coisa, sinto que colocaram muitas coisas para se customizar, mas não explicam o que elas fazem.
  • Os mapas são um show de level design, com muitos atalhos e locais escondidos, realmente cada mapa foi projetado e pensado muito bem.
  • Existem missões especiais,(Twilight missions) são mapas onde os monstros estão super fortes é um grande desafio terminar um dessas fases, elas mudam periodicamente portanto um incentivo extra para jogadores que terminaram o jogo testarem suas habilidades.
  • Ate agora não vi uma stripper ninja com mega peitões que balançam como bexigas de agua, no máximo existe uma modernização na vestimentas tradicionais, kimonos mais curtos e com certos decotes, mas nada muito ofensivo, quem já viu animes vai entender o que digo.

 

 

Esse jogo recebe minha indicação! Palladium Made, Ho!

 

 

 

  • Like 2

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Excelente review Paladino! O jogo parece mesmo excelente. Eu achava que seria mais Ninja Gaiden, mas me disseram ser mais Dark Souls. Pelo que você comenta acho que é mais para o primeiro mesmo com algumas coisas do Dark Souls. Uma coisa chata do Dark Souls é que a narrativa é péssima, pois tem quem detone e nem entende a história... Tem que ir na net pesquisar para ver. Nesse você gostou da narrativa? Ele realmente sabe contar a história do jogo com animações e tal de vez em quando ou é com tudo ingame?

Eu tenho muito interesse no game, mas devo pegar ele mais para frente. Depois que me detonar Uncharted 4.

  • Like 1

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

a narrativa esta bem clara e bem explicita, afinal era um roteiro de um filme, portanto da pra saber quem é o vilão e quem é o mocinho, as cutscenes são otimas para entender o que esta se passando, alem das informações de telas de loading e dialogos.

mas é bom dar uma olhada nos videos do extra credits sobre o periodo ajuda saber quem é quem

 

Dark Souls tem o lore é inspirado como o Miazaki lia os livros na sua juventude, ele somente tinha acesso a livros em ingles, devido a sua condição financeira e como a interpretação da lingua era baixa, muitas coisas ficavam flutuando e  as vezes ficavam sem sentido.

Compartilhar este post


Link para o post
Compartilhar em outros sites

Crie uma conta ou entre para comentar

Você precisar ser um membro para fazer um comentário

Criar uma conta

Crie uma nova conta em nossa comunidade. É fácil!

Crie uma nova conta

Entrar

Já tem uma conta? Faça o login.

Entrar Agora
Entre para seguir isso  

×