Jump to content

Leaderboard


Popular Content

Showing content with the highest reputation since 01/24/2012 in all areas

  1. 6 points
    Que legal que tá vindo mó galera pra cá! Bem-vindo, Tirn!
  2. 6 points
    Olá, eu sou William, sou da VGBR, fui chamado pelo Ursozord, jogo desde o snes, gosto de jogos antigos, aventura, meu favorito é survival horror, estou desanimado com os jogos atuais, gosto de mangás.
  3. 5 points
    Toda vez um pequeno infarto
  4. 5 points
    1- Estive de ferias por 30 dias, passei acho que 22 na Bahia, entre Arraial d'Ajuda e Itacaré e praias adjacentes. Lugares simplesmente maravilhosos. 2-Fiz uma prova de recuperação na sexta, o professor corrigiu rapidamente e fui aprovado. A outra fiz ontem e estou no aguardo ansioso da nota. Bom, agora tenho 2 semanas de ferias da faculdade. 3- Voltei a trabalhar ontem e ja estou cansado Mega, PROCRASTINAÇÃO. sofro disso tambem
  5. 5 points
    Apesar de muitos perrengues, foi um dos melhores anos da minha vida!
  6. 5 points
    Que nada Paladino, vocês merecem é mais. Uma pena eu não poder ter resolvido mais rápido. Vocês são bem mais importantes para mim do que imaginam. AVISO: Avatares agora estão na proporção 150x150. Então quem estiver com avatar borrado terá que envia-lo novamente ao fórum.
  7. 5 points
    Não pronunciem meu nome em vão. Hahahahahahahahahaha! Ursão, Brek é minha casa agora. <3 Gosto daqui por 2 motivos básicos: 1. Vejo um respeito muito grande entre os usuários. Vejo muito aquela coisa do "eu não concordo, mas respeito". Pra mim isso é fundamental pra convivência 2. As pessoas que eu mais gosto da vgBR vieram pra cá. Você, kheychan, Daniel, acho que o Seifer fez cadastro também. Talvez algum dia eu volte pra vgBR. Adoro o LOP e muita gente de lá. Só que ainda não é o momento. Entrei algumas vezes pra espiar e vi muito preconceito ainda. Galera precisa evoluir um pouco, aí voltamos a conversar. Te amo Ursão! PS: tem um terceiro motivo! Claro! LIVROS! Adoro ler e aqui tem um fórum dedicado. É muito amor!
  8. 5 points
    A visão de vcs é meio machista (falo como fato, não como ofensa) no sentido que sexo é sempre bom pro garoto e sempre ruim pra garota. Não é assim tão simples, abusos sexuais - mesmo da parte de mulheres - podem mudar e problematizar um rol enorme de problemas na personalidade da criança (mesmo ela pré-adolescente) que ela demoraria anos e anos pra resolver mais tarde. Podemos falar do cara que se cria com uma sexualidade muito precoce (amigos nossos do fórum falaram do caso do adolescente da família que abusava sexualmente de priminhos e priminhas crianças...) e pensar se a razão não poderia ser essa? Uma exualidade estimulada antes da criança/pré-adolescente estar pronta pra vivenciar adequadamente e saber onde focar toda aquela energia sexual? Aliás, podem surgir problemas diversos por conta disso, alguns deles muito mais tardes e sem sequer saberem que a culpa é dessa. Pra uma criança então, o sexo pode passar a ser visto como algo muito legal de se fazer (e a jogando até nas mãos de homens pedófilos) ou fazendo exercer a sexualidade a mil, correndo diversos riscos e passando esses riscos a outras crianças. E, uma vez adulto, pode não conseguir se acertar com parceiras sexuais "normais". Enfim, é complicado. Na outerspace um colega comentou sua história de abuso sexual na infancia por uma mulher (e, mais tarde por um cara) e de todos os problemas que ele teve. O cara é depressivo, tem problemas com confiança e etc e crê que o abuso tenha muito a ver com isso.
  9. 5 points
    Me pediram pra contar alguma coisa, e cá estou. Depois de 3 dias dentro do ônibus que me levou de São Paulo à Santiago, iniciei minha aventura, primeiro para encontrar o caramada, que conheci na net, cuja casa eu ficaria naquele dia antes de tomar um ônibus até Isla Negra (refúgio favorito do Pablo Neruda). Foi uma experiência interessante, eu não falava nada de espanhol e mal podia compreender o que o chilenos metralhavam em palavras - não parecia espanhol. Detalhe: acabei ficando na casa dele 3 dias, porque eram festividades pátrias no Chile, havia festas e ele quis nos mostrar tudo. Depois de encontrar um caminho, após ter conseguido WiFi e falar com o brother, fui pro metrô. Aqui começam as comparações: o bilhete de metrô custa 700 pesos por pessoa (coisa de R$ 4,50). Tudo no Chile é muito, muito caro. Outro dia, numa vontade endiabrada de comer queijo, não tive outra escolha senão pagar o equivalente a R$ 18,00 em 300gg de mussarela. Rolaram alguns terremotos desde que cheguei. Além daquele, houve replicas e outros tremores na encosta. Em um deles eu estava atravessando uma ponte quando ela começou a sacodir. Isso parece bem normal à galera daqui. Agora estou em Isla Negra, mas fico pouco tempo. Quero voltar à Santiago. Gostei muito da cidade, além do fato de já ter enjoado daqui - embora seja um lugar sensacional. Logo volto com mais notícias. Escrever pelo cel é terrível. Abraço, galera!
  10. 5 points
    Gente, eu ando tão sem saco pra discussão de internet que estou focado só na questão de trabalho mesmo. Eu acho que 90% do uso da internet que faço hoje é ligado diretamente a messengers (Facebook Messenger/WhatsApp), pois converso com as pessoas num nível civilizado. Antigamente eu passava o dia inteiro lendo notícias e participando de fóruns. O que mudou nesses anos todos que fiz isso? Fiquei mais velho, só. O povo continua votando errado, fórum continua sendo lugar com preconceituosos, ou seja: aprendi que não faço menor diferença na sociedade. Faço, sim, pros meus amigos. Mas, pra sociedade, sou um zero. Então me afasto pra não perder mais meu tempo, e isso tem se provado correto, pois estreitei laços com muita gente que mal conversava.
  11. 5 points
    Eu já estou chorando a morte do meu pai antes mesmo dele morrer. Todas as suas refeições são enxarcadas de óleo, todo fim de semana é churrasco, pizza, etc. Ele é diabético, hipertenso, um dos rins parou de funcionar, e tem regularmente crises de retocolite. Tudo isso poderia ter sido prevenido se ele me desse ouvidos, mas ele se recusa a ser vegano. Prefere ter uma morte prematura, mas diz que eu é que sou o radical.
  12. 5 points
    No meu dia-a-dia o Facebook substituiu fóruns, e-mail e Google Talk/MSN/ICQ/BBS/LOL. Na questão de grupos eu acho mais vantagem que fóruns. Participo de uns 4 ou 5 grupos, mas só 2 são assinados porque são os com menos movimento. Os que o movimento é frenético eu entro de vez em quando, só pra dar uma olhada nas conversas. Só que, pra achar esse equilíbrio, foram anos usando. Por um bom tempo pensei em deletar minha conta. Só não fiz porque minha esposa foi completamente contra, queria que o status dela continuasse "casado com Christian". Hahahahahaha! E digo que me arrependeria se tivesse deletado. Tenho conhecido muita gente interessante através dele.
  13. 5 points
    Xbox One entrega uma experiência de entretenimento como nunca antes. Sua inovação tecnológica é comparável com seu lindo design. Uma cor preta líquida e suas bordas chanfradas dão um design elegante e moderno que complementa qualquer tipo de decoração. Xbox One foi criado "do zero" para ser a central de entretenimento da sua sala. Um processador de 8 núcleos x86 te permite mudar instantaneamente entre um jugo e suas aplicações de entretenimento com facilidade.Conecte seu decodificador de TV por cabe ou satélite no seu Xbox One e prepare-se para decolar. Com uma entrada e uma saída HDMI, você pode ver TV através de seu Xbox, o que faz mudar os “inputs” parecer ao pré-histórico 1..1Com 8GB de memória RAM e um disco rígido de 500GB, você terá memória suficiente para seus jogos, demos, filmes, aplicativos, música e muito mais.Jogos e filmes com uma qualidade impressionante em HD com a unidade de disco Blue-Ray.HD de 500GB.7.1 surround sound. Xbox One é o equilíbrio perfeito entre poder e performance. Além disso a revolucionária estrutura do Xbox One, junto com a sua CPU, GPU e seu ESRAM é como ter um super computador em sua sala. Mas o poder apenas não é nada sem velocidade, então, o Xbox One utiliza seu poder efetivamente, criando una experiência extremamente rápida, como nunca antes visto. Os servidores do Xbox One na nuvem vão oferecer o triplo da capacidade de computação e armazenamento de uma unidade do console, segundo a Microsoft. "Para cada Xbox One que construimos estamos providenciando a CPU e o armazenamento de três Xbox One na nuvem", comentou o gerente de incubação do Xbox, Jeff Henshaw, à revista OXM A intenção da Microsoft é dar aos produtores a possibilidade de gerar parte do conteúdo dos jogos na nuvem, como, por exemplo, parte dos cenários com as quais há menos interação. Segunda a empresa, a rede Azure de computação na nuvem terá 300 mil servidores dedicados a essas funções. O gerente geral da Microsoft Redmont Studios, Matt Booty, sugere um uso da computação na nuvem para o Xbox One: "Digamos que você está olhando para uma cena da floresta e você precisa calcular a luz que vem através das árvores, ou você está passando por um campo de batalha e tem neblina volumétrica muito densa que está envolvendo o terreno. Essas coisas muitas vezes envolvem alguns cálculos iniciais complicados, mas elas não têm necessariamente de ser atualizadas a cada quadro". Nuvem do Xbox One pode turbinar em até 600% o processamento da AI em Forza 5. Depois do recente anúncio que o armazenamento em nuvem do Xbox One terá espaço ilimitado, desenvolvedores do Forza 5 voltaram a reafirmar o "poder" do recurso, que tem sido uma das maiores promessas do console. Dan Greenawalt, diretor criativo do game, afirmou que a inteligência artificial de Forza 5 demanda de 10% a 20% do poder de processamento do Xbox, mas que ele pode chegar em "600% da capacidade da caixa", quando é usado o sistema de nuvem. O que também liberaria o uso anterior do processamento para outros recursos, como os gráficos. A predileção da equipe de Forza 5 pela nuvem nunca foi segredo, inclusive com o anúncio do sistema de Drivatars, que cria a inteligência artificial a partir do modo como jogam outros jogadores integrados na rede. Xbox One está desenhado para ser o melhor mais avançado console de entretenimento de todos os tempos. Para fazer isso, fizemos algo inédito. Pela primeira vez, criamos um sistema operacional de ponta para jogos e juntamos com o poderoso sistema operacional Windows. Assim chegamos no melhor dos mundos sem perder nada. Esqueça trocar os “inputs” para ver TV ou jogar. Agora você pode iniciar suas aplicações ao mesmo tempo que você joga, sem comprometer nada na performance.Xbox One inicia instantaneamente, sempre está pronto quando você o chama. Porque menos tempo esperando significa mais tempo jogando.Alterne facilmente instantaneamente e sem esforço, alterne entre um jogo, TV, música e aplicativos. Agora não há necessidade de sair de uma experiência para mudar para outra.Divida sua tela, não seu tempo: Você sempre quis conversar com seus amigos no Skype enquanto assiste a NFL? Agora você, deixando os programas lado a lado em sua televisão.A experiência customizada do Xbox One começa em Casa. A partir do momento em que você diz “Xbox On,” você será instantaneamente reconhecido e recebido por uma “Home screen” personalizada com todos os seus jogos favoritos, aplicativos, e conteúdo. Você pode marcar seus filmes, músicas e muito mais para acessar rapidamente, assim, tudo o que você ama estará bem onde você deixar. O melhor controle de Videogames acaba de ganhar 40 novas inovações tecnológicas. Os novos gatilhos de impulso entregam precisão e retorno na ponta dos dedos para um experiência mais real. Simplificamos os direcionais analógicos e digital e sua textura, para melhorar a precisão e o conforto em suas mãos. Simples assim, é o melhor controle que já criamos A tecnologia da visão real do Kinect expande drasticamente seu campo de visão. Uma nova câmera IR que permite ver no escuro e utilizando uma avançada geometria 3D, ele pode até te avisar se você está perdendo o equilíbrio. A tecnologia do movimento real do Kinect rastreia até mesmo o mínimo gesto. Assim, um simples aperto de mãos pode resultar em um controle preciso para um jogo ou um aplicativo. Mesmo sentado ou em pé ele te rastreará. A tecnologia de Voz real do Kinect é focada em nos sons que realmente importam, graças ao seu microfone completamente novo. O sistema de isolamento de ruídos avançado permite que o Kinect saiba a quem ele deve ouvir mesmo em um ambiente cheio, e pela primeira vez, você pode usar sua voz para iniciar qualquer experiência no Xbox One em qualquer lugar do sistema, assim você pode rapidamente alternar entre uma coisa ou outra. Xbox One foi criado para o estilo de vida de hoje. Ele “acorda” logo quando você diz, “Xbox On,” e até liga sua TV. Downloads e updates acontecem em Segundo plano, assim você pode aproveitar ainda mais. E quando você precisar pausar, seus jogos são interrompidos bem onde você os deixou, para você voltar e continuar. Dos jogos mais vendidos passando pelo melhor programa de TV até o melhor da internet, O Xbox One faz tudo isso. Mas este é apenas o começo. Graças ao poder da NUVEM, o Xbox One vai sempre melhorar, com mais jogos, TV, filmes, música, e aplicativos sendo lançados o tempo todo. http://www.youtube.com/watch?v=ZwKSTMmSk9s Após Lançamento Em Breve
  14. 4 points
    Todo mundo teve culpa. Foi assassinato.
  15. 4 points
    1) Não morrer. 2) Comer mais. 2) Jogar mais. 3) Viajar mais.
  16. 4 points
    É impossível não ter segundo turno porque essa campanha está muito fragmentada. São 13 candidatos, nenhum deles é popular o suficiente pra conseguir mais de 50% no primeiro turno. Até o momento a única certeza do segundo turno é o Bolsonaro. Quem vai com ele é a dúvida, e isso me preocupa bastante. Bolsonaro é um candidato que nasceu de um meme, é visivelmente despreparado, mas é o único que fala o que a massa quer ouvir. A campanha esse ano é muito curta, pouco mais de um mês. Ainda deram a possibilidade de registrarem a candidatura do Lula enquanto vão julgar o 783651283645o recurso, o que mostra que a justiça no Brasil é falha mesmo e quem é rico sempre tem uma saída. Vão explorar a imagem dele como "perseguido" por muito tempo ainda. Enfim, seja lá o que aconteça, não tenho boas expectativas pro futuro desse país.
  17. 4 points
    Bem esse tópico tem 23 páginas e estou sem tempo pra olhar tudo. Eu recomendo assistir Kaiji. Muito bom a série, voltada pra um público adulto!
  18. 4 points
    Valeu! É muito bom sentir esse companheirismo!
  19. 4 points
    E aí, queridos! É uma satisfação ler as palavras de um novo-antigo chegado (ao que tudo indica, um filho pródigo), @Juggernaut. Adorei o tomate. Tenho ocupado minha mente com propósitos semelhantes. A permacultura ainda me será um fato! Com a bebê chegando, a necessidade de recursos vai ficando mais evidente, e com minha dificuldade em me manter em uma única ocupação (algum problema neurológico, creio, como já devo ter mencionado aqui entre a família dos breks), decidi diversificar mais ainda as fontes de renda: aulas de inglês, freelas de produção de conteúdo e traduções, Uber, e agora vou compilar um monte de textos que eu acumulei nesta última década e fazer um livro. São poemas, contos, crônicas e muitas reflexões. Acho que dá pra fazer alguma coisa com isso. Vamos ver se vou ter a disposição necessária pra fazer isso se tornar real.
  20. 4 points
    Cara... Quando eu precisava demitir pessoas eu sempre conversava ao menos 2x antes, apontando problemas no trabalho que poderiam levar à demissão. Então posso dizer que não passei por nenhuma experiência ruim em relação a isso. Eu sempre, sempre, sempre, sempre aviso que a pessoa tá vacilando. É escolha dela dar o que a empresa quer ou levar um roundhouse kick.
  21. 4 points
    Esquece a partir de nossa geração ninguém vai aposentar, devido uma melhor qualidade e espectativa de vida, alem da bomba da previdência explodindo na nossas caras, vamos trabalhar ate não conseguirmos sair de casa e ter que ficar de pijama vendo televisão streaming de esports. Sobre 2017 Sobreviver o ano, muita gente conhecida esta sem emprego ou foi mandada embora recentemente e as coisas parecem que não ser melhores que 2016. Estou interessado em começar a fazer alimentos fermentados: Chucrute, Kimchi, Pão de Massa Azeda, etc mais uma aventura culinária!
  22. 4 points
    Garotinho vai "mamar" de pijama listrado agora :D Então... deu ruim pra mais um e está ficando ruim pro 9fingers.. acho que essa temporada vai ter alguns twists bem "lokos" Sobre Políticos de Bolso, aka Pokepolíticos Minha posição sobre isso é justamente o que eu havia dito... ou que havia tentado. Eu não sou a favor de nenhum político, não "torço" para nenhum partido e não vejo o "bem apesar do resto". Eu acho isso errado... mas veja bem, EU acho errado, não estou dizendo que é uma verdade ou que seja o certo.. é o que EU acho. O Lula talvez seja a maior demonstração de político de bolso, quando milhões o defendem sem sequer ligar ou pelo menos se atentar aos problemas e crimes derivados desse cara. Eu acho errado apoiar um partido, pois no Brasil não temos partidos políticos de representação social, temos partidos políticos de representação de "politiqueiros profissionais"... enxergo um paralelo aqui com a criação da igreja anglicana... mas falar de religião e política no mesmo tópico já é pedir demais...rssr Não sei se você conhece Volta Redonda (RJ), onde vivo, aqui tivemos uma administração municipal que durou 28 anos (sim, @Goris 28, Wanildo/Baltazar/Neto/Gothardo/Neto - todos do mesmo grupo político) que transformou a cidade no que temos hoje. A cidade de Volta Redonda é a maior do sul do estado em importância financeira, política e social. Temos aqui muitas vitórias, fruto dessa administração, mas temos mais derrotas que vitórias, porém as derrotas não são visíveis, o que transformou o cabeça do grupo em um semi-deus na cidade. Até alguns anos atrás, a população assinava embaixo tudo o que ele fazia, pois, como bom populista, sempre procurava enfiar o pão e o circo em nosso povo que, sem a educação básica para criar o senso de discernimento necessário, achava correto tudo o que ele propunha. Temos um Kartódromo municipal, uma escola de hipismo municipal, vários ginásios de esportes e... e... um estádio municipal. Ao mesmo tempo, a prefeitura não cumpre a lei de concursos públicos, não cumpre a lei de diretrizes básicas da educação, não investe na estrutura de água e esgoto (já vi consertarem um vazamento em um tubo de 1,5m com uma sacolinha plástica de mercado... na semana seguinte estava estragado novamente, claro). A saúde na cidade não é ruim, não podemos reclamar disso, claro que podemos reclamar que a população do sul do estado em peso vem para cá e com isso os hospitais ficam lotados. Além disso, podemos reclamar da falta de medicamentos e de médicos para atender a população carente... Existem placas por toda a cidade exaltando a qualidade de vida da cidade, porém, se você for, nesse instante a um bairro de classe média baixa (como o Santo Agostinho - bairro onde cresci e que o Goris morou durante uma década) verá lixo acumulado nas ruas, asfalto esburacado, falta de água, falta de sinalização, escolas sucateadas, postos de saúde sem remédio e sem médicos.. por aí vai. Aqui temos o prefeito que aparelhou a prefeitura com seus parentes. Existem mais cargos sem concurso em Volta Redonda do que com concurso. Existe nepotismo descarado (o irmão do prefeito é secretário municipal... o primo é secretário municipal... o outro primo é assessor... e por aí vai). Temos um prefeito que adquiriu (de forma legal, diga-se de passagem) terrenos em uma área não urbanizada da cidade (muitos mesmo) a preço de banana e, depois de 5 anos, iniciou o projeto do hospital regional (um hospital digno de Rio ou São Paulo, imponente mesmo e gigantesco se comparado aos atuais da região), depois de 5 anos começou a liberar projetos focados em urbanização... ironicamente... dessas áreas. Esse político, se você for olhar em qualquer site de notícias da cidade ou no facebook, tem uma aceitação absurdamente grande... e isso é um ciclo vicioso, onde a falta de investimento em educação cria os "zumbís cidadãos" que, alienados politicamente, socialmente e culturalmente, são levados a pensar pelo marketing e aceitam o pão mofado e o circo de tenda furada como se fossem bençãos. putz.. escrevi mto dnv...=/
  23. 4 points
    Eu explico: você é dodói da cabeça. Abraços. Dr. Christian, PhD.
  24. 4 points
    Depende muito do que a pessoa pensa sobre felicidade... Há tanta gente também sem namorado e feliz... Acho que muitos pensam em ficar solteiro por medo mesmo de até se envolver emocionalmente e não dar certo. Outra coisa que acho que pode ser motivo dessa felicidade solitária é o individualismo ,as pessoas não querem ter que dedicar tempo ,vida ...a outro.Quer viver sozinha com suas manias e costumes e não aceita que outro ser venha quebrar essa rotina de vida. Tenho um professor de uns 70 anos ,motoqueiro ,nunca casou ,viveu viajando como solteiro,bebendo ,se divertindo nas noites de Copacabana e pelo mundo afora pregava a solteirice como forma de ser feliz...agora já nessa idade se apaixonou perdidamente...virou um adolescente que até andar de skate tá tentando... Penso que muitos solteiros ainda não encontraram uma pessoa que fizesse seu coração bater no ouvido...rs
  25. 4 points
    Como ainda sou viciado em açúcar, deixei passar batido um importante avanço que agora compartilho com vocês: consegui abandonar o consumo de nescau! Já faz mais de 2 meses que parei por completo.
  26. 4 points
    Detonados atualizados em 04/11/2015 1- Filósofos em Ação- (Fred Van Lente e Ryan Dunlavey) 2- A Sabedoria nossa de cada dia - (Augusto Cury) 3- Ansiedade ;Como enfrentar o mal do século.Augusto Cury(comecei ano passado e terminei agora,pois fiz resumo) 4- Nova História Crítica do Brasil. (Mário Schmidt) 5- Coleção Clássicos da Bíblia com 12 livros. 6- Os Anjos do Mar - (Álvares de Azevedo) 7- Com a Pré- Escola nas mãos (Sonia Kramer) 8- Aos Trancos e Barrancos - Como o Brasil deu no que deu.(Darcy Ribeiro) 9- Disciplina Limites na Medida Certa - Novos paradigmas (Içami Tiba) 10- Emoções Tóxicas (Bernardo Stamateas) Dando uma pausa ,pois ando atarefada e sobrecarregada com formatura de turma,final de ano ,finalização de projetos... Pausa para relaxar e restaurar umas tirinhas do meu lindo Homem Aranha e outros. Lerei apenas HQs que já estão há um bom tempo na fila de espera...e irei reler algumas ,posto aqui tb. Bjim em tds ,caindo de sono , me sobra apenas essas horas pra vir aqui e falar com vcs,saudadonas !
  27. 4 points
    Velhice é fogo, mas vai chegar um dia que por conta dela vamos ter bastante tempo de sobra para falarmos dos remédios que tomamos e como vai a osteoporose.
  28. 4 points
    O fim está mais próximo do que imaginávamos. É isso o que indica um estudo recente do projeto GAMA (Galaxy and Mass Assembly), que, após observar mais de 200 mil galáxias diferentes, concluiu que o universo está morrendo lentamente. Cientistas usaram alguns dos mais potentes satélites e do mundo – como GALEX, Herschel e WISE – e combinaram os dados coletados com eles com outros de observatórios na Terra. Assim, eles conseguiram medir a energia em 21 comprimentos de onda diferentes na mais precisa medição já feita da energia espalhada pelo universo. A teoria de que a energia do universo foi criada durante o Big Bang foi confirmada pelos estudos. Uma parte dessa energia, logo depois de ter sido criada, foi presa como massa, e hoje é liberada através de reação de fusão nuclear no núcleo das estrelas espalhadas pelo universo. O que impressionou os cientistas foi a percepção de que essa energia liberada pelas estrelas hoje é muito menor do que era no começo de tudo. Essa liberação caiu pela metade nos últimos 2 bilhões de anos, e continua cada vez caindo mais. “O universo está fadado ao declínio a partir de agora”, explicou Simon Driver, do Centro Internacional de Pesquisas Radioastronômicas, um dos responsáveis pelo projeto. Mas antes de você jogar o que está fazendo para o alto e sentar no sofá esperando que tudo acabe de uma vez, não é como se o universo estivesse para acabar amanhã. Não, ele ainda deve durar alguns bilhões de anos – tempo o suficiente para resolvermos todos os nosso problemas (e também para arranjar uns novos!). Fonte: http://gizmodo.uol.com.br/o-universo-esta-morrendo-aos-poucos-diz-estudo/
  29. 4 points
    Galera, li as continuações das aventuras. Que da hora! Viajei muito aqui na onda do Goris e do Urso. Sensacional. Já estou escrevendo a continuação do Dihinis. Prometo me esforçar pra não me estender demais. Também prefiro assim, Brek, não estar no banquete nem no palácio. Prefiro mesmo estar pra chegar, porque me força um improviso pra acompanhar vocês, e particularmente esses improvisos são a melhor parte. Logo meu post estará lá.
  30. 4 points
    Reino de White Todos os homens e mulheres mais importantes da "aliança" estavam aqui, magos poderosos, guerreiros lendários e habilidosos aventureiros... mas algo está errado. Muito errado, pois uma sensação estranha, disforme, faz Ursozord olha-los sem acreditar em como diabos eles também não estão sentindo isso! Enjoado foi embora em direção aos portões que davam passagem para o jardim. O mago imagina ser toda essa alegria e frescura deixando-o doente! Não aguenta mais ter que ficar em um enorme "salão-circo" esperando que pessoas orgulhosas cuspam ofensas disfarçadas de elogios. "Os goblins ao menos são honestos! Se não gostam de você falam na cara!" – refletia enquanto vomitava na fonte mais próxima! Como era de se esperar um dos guardas surgiu sem demora e tratou de se aproximar, segurando o goblin pelo ombro, mas ao contrário da maioria, e graças a isso Ursozord não amaldiçou por instinto, é que não era um homem mas uma belíssima mulher humana de cabelos castanhos, pele clara como que se brilha-se na noite e lábios definitivamente tão fortes e belos quanto seu olhar ameaçador! Por um momento Ursozord parou. Completamente! Ficou olhando aqueles olhos e eles olhando de volta, mostrando profundo conhecimento, respeito e finalmente, bem no canto deles, uma coisa que o mago goblin conhecia muito, muito bem, mas que foi muito burro em não ter percebido antes: Guardas reais sempre, SEMPRE, andam em pares! Nunca sozinhos, nem mesmo para abordar ou ajudar! Sem hesitar a mulher apunhalou-o bem na altura dos pulmões! Derrubando-o, mas segurando-o para não chamar atenção do guarda verdadeiro que vinha logo atrás! – Que houve ai?! - Perguntou o guarda colocando a mão na bainha da espada enquanto seu companheiro estava prestes a puxar sua lança. No limiar da consciência o mago aqueceu as mãos, quentes como brasas, e agarrou com força o rosto da mulher que gritou e berrou de dor enquanto lutava para se soltar até finalmente conseguir se afastar do goblin, mas o que definitivamente chamou a atenção de todos que vinham ver que confusão era essa, não era uma mulher desesperada se contorcendo de dor e sim seu rosto, pois definitivamente aquilo não era uma mulher e sim alguma coisa usando a carne e pele de mulher como se fosse uma roupa!
  31. 4 points
    Reino de WhitePortões de White - Sim, outros sabem sobre o paradeiro da Caixa, mas tudo será explicado no salão de refeições muito em breve. - Respondeu Talude fazendo uma reverência e saindo do local.
  32. 4 points
    E aí, meus queridos, boa noite! Me ausentei um pouco esse final de semana. Fui pra casa da minha namorada pra, na sequência, participar daquele super evento do Campeonato Brasileiro de League of Legends e acabei estendendo até hoje. Foi sensacional, a propósito. Hoje uma gripe ou alguma coisa parecida com isso me pegou. Estou destruído. Meus ossos parecem queimar e minha disposição ficou perdida em algum lugar longe de mim. Se não se importam, eu vou deixar pra escrever assim que eu me sentir mais disposto. Talvez hoje mesmo. Mas não precisam se preocupar comigo. Se eu tiver autorização, garanto que faço alguma coisa pra acompanhar a comitiva, mesmo depois de ela já ter partido. Vou ler agora os plots da galera.
  33. 4 points
    Gente, está totalmente acima das expectativas! Já perdi a conta de quantos postadores novos temos. Então, sejam bem vindos todos os que ainda não cumprimentei!
  34. 4 points
    Fiquei de terminar o mazinger z, battle royale, samurai deeper kyo, jojolion, one piece, blade of the immortal, berserk, blame, Prophecy, FMA e paranoia star.
  35. 4 points
    Saudações, humanos! Me chamo Fábio, conhecido como Tailssod! É um grande prazer estar aqui convosco! Sou amante de JRPGs (batalha final)e joguinhos japoneses em geral! Sou um furry também, então RAWR!
  36. 4 points
    Também senti falta do Podrão. Cadê ele???????? Será que vão botar Rhino "chaveirinho"? Deadpool é meu herói preferido de todos os tempos. Ansioso é pouco!
  37. 4 points
    Dihinis Era seu último gole daquele caro hidromel, e seus pensamentos voltavam de uma viagem ao passado, quando tinha sentido pela primeira vez vontade de fugir da casa daqueles mentirosos que se diziam seus pais. Levou algum tempo até que fugisse definitivamente. No processo, havia crescido um pouco, criado alguns pelos esparsos na cara, desenvolvido músculos com alguma agilidade, fugido, é claro, muitas vezes, mas, até a derradeira escapada, sempre se permitia ser encontrado pelos seus procuradores, por o medo do mundo em que poderia se perder ser ainda muito maior do que as aflições que passava com sua família odiosa. Apanhava constantemente, era humilhado, servia de pequeno escravo e percebia como se envergonhavam dele à frente de parentes e conhecidos, principalmente quando de mesmo ou maior poder aquisitivo. Nem tinha tanto poder assim, a família, mas gostavam de fingir, aparentar, representar. Pela influência constantemente presente, herdou deles a essa representação e uma malandragem ainda aprimorada. Então um dia, nos preparativos de uma festa familiar, ouviu uma conversa nos fundos da casa. “Acalme-se, meu bem! Vai dar tudo certo”, dizia o homem. Era seu pai. Tentava ele acalmar a histeria da mulher que andava de um lado pro outro esfregando a mão nos cabelos. Esta era sua mãe. “Ele vai estragar tudo! Eu não quero este moleque aparecendo aos convivas”, ela dizia. Olhava o marido com a firmeza de uma autoridade. “Tudo bem, tudo bem, então ele não aparece.” “Já estão comentando lá pelos Vales dos Lagos desse ‘terceiro filho’. Tenho certeza de que esse fedelho é quem fica abrindo a boca, dizendo ‘meus pais isso’, ‘meus pais aquilo’.” “Meu bem, acalme-se! Vai dar t...” “Não me acalmo!”, ela gritou. “Não me acalmo! Já pensou se ele é quem nos passa a perna e de repente, depois de crescido, vem reclamar herança?” “Isso não vai acontecer, meu bem!”, disse seu pai segurando-a pelos ombros. “Fique tranquila, que isso não vai acontecer. Eu prometo. Damos algum fim pra ele antes que isso seja possível.” Dihinis arregalou os olhos e prendeu a respiração. Sabia que falavam dele, mas tentou alimentar alguma esperança de estar enganado. Atrás de montes de caixas de suprimento e carros de cavalo cheios de feno, ele se valia da escuridão da noite pra permanecer oculto. Ainda que fosse dia, talvez ninguém o encontrasse. Mas, ofegante como estava, teve medo de fazer algum barulho, então levou a mão lentamente à boca pra abafar o fôlego. “Não sei,” continuou sua mãe, “ele tem me incomodado muito. Já basta essa vizinhança nojenta achar que é filho nosso. Ah, se qualquer conde ou duque supuser uma loucura dessas... Ah, eu mato esse menino!” “Não suporão, meu bem”, dizia o pai. “Fique tranquila. Hoje vestimos o moleque com roupas de criado e mandamos servir os convivas.” O homem falava com sossego e tranquilidade, mas sua expressão também era apreensiva. “Esse Dihinis é uma praga nas nossas vidas!”, disse a mãe. “Maldito o dia em que resolvemos trazê-lo pra junto dos nossos filhos. Deveríamos ter pegado outro.” Dihinis deixou escapar um grunhido de lá de seu esconderijo e fez barulho com um espasmo repentino. Correu silenciosamente pra dentro de casa. O casal se assustou com o rumor e foi averiguar, mas, pra sorte de Dihinis, um gato na soleira da porta serviu de álibi. Àquela mesma noite ninguém mais pôde encontrar o garoto. Dos seus vestígios, somente uma carta, que a irmã tinha encontrado na cozinha, sobre a mesa, junto das muitas iguarias que seriam oferecidas na festa. A carta dizia: Não estou muito a fim de servir seus convidados. E não se preocupem: de herança, já levei o que eu queria. Mas receio que não vá haver música nesse sarau. Então, papai, providencie outro alaúde! A propósito, a comida está muito boa, mas falta temperar a sopa. Sem amor, Seu filhinho querido, Dihinis 15 anos tinha ele. Agora, um homem já adulto, essas lembranças todas se dissipavam como se descessem goela abaixo com aquele gole de hidromel. Naquela taverna cheia, àquela tarde agradável, Dihinis tinha um objetivo: surrupiar a ordem real de ingresso à expedição em busca da tal “caixa” de um dos dois sujeitos de armadura sentados a uma mesa ali próxima. Um rapaz magro, mais baixo que Dhinis, vestido todo em trajes escuros e de uma expressão inalterável também bebia ali ao lado. Confortável, com a cabeça apoiada na palma da mão, ele perguntou a Dihinis “tem certeza mesmo de que quer fazer isso?” Dihinis olhou-o de canto e, erguendo as sobrancelhas animado, aquiesceu.
  38. 4 points
    Custou pra mim abandonar o Facebook e outras redes sociais. Rolou uma ponderação extensa, um receio quanto à possibilidade de estar me marginalizando interneticamente. De fato eu estava. Pelas beiradas do reino social internético é que eu vou colhendo algumas informações e levando pro meu esconderijo. É mais ou menos assim. Pra que eu preciso disso, eu pensava. Não sou do tipo que se anima em mostrar fotos dos lugares aonde eu fui. Exclui-se essa parte importante da ferramenta então. Pensei sobre os muitos contatos que eu tinha lá, de pessoas que eu não via há muito tempo e de que eu tinha a impressão que só as teria por ali mesmo. Fantasmas! Sei lá, talvez eu seja pouco compassivo, pouco sentimentalista, mas não quero mesmo ficar rodeado de parentes que me são mais estranhos que o cobrador do ônibus. Melhor que isso mesmo é poder precisar deles qualquer hora e ter que procurá-los. Sei que vai dar até uma sensação de importância, singularidade nas suas cabecinhas. Todo coração, vaidoso, adora saber que foi procurado. Então prefiro assim nesse aspecto, prefiro poder já estabelecer qualquer mínimo contato criando algo mais forte que a conveniência da onipresença virtual. Que mais? Os grupos. Bom, não acho que sejam grupos. 100% dos que participei eram "amontoados". Os que eu criei, na tentativa de fazer algo próximo disto aqui que temos neste fórum, não deram muito certo. Saíram como um espectro, meio disforme, meio vazio, que a galera não procurava, tropeçava nele. "Ah, já tô aqui mesmo..." Educação, então. Talvez eu pudesse colocar lá alguns pensamentos interessantes, alguma coisa que pudesse gerar uma discussão saudável, que fizesse umas crianças pensarem coisas que nunca pensaram. Mas então eu via que no Facebook eu era um náufrago numa ilha cercada por um mar de paixões muito vaidosas, e com isso estava lá participando como eu acho mesmo que se deve participar da ferramenta, colhendo um ou outro pensamento, colocando numa garrafinha e atirando a esse oceano imenso na esperança de ser lido, lembrado, reafirmado. Custou também chegar a essa conclusão, porque eu queria recusá-la por achar melancólico e mórbido demais. E o que aconteceu, realmente? Eu tive mais resultado, nesse quesito, largando o Facebook do que tentando cativar alguém por lá com alguma ideia ou pensamento interessante. Muitas vezes quando alguém me pergunta a razão de ter abandonado as redes sociais e eu explico, vejo uns olhos abstraídos, como se se estivesse realmente digerindo aquela informação, procurando a pertinência da coisa. Aí eu fico esperançoso. Além do mais, pensamentos e reflexões? Tem tanta gente já fazendo isso muito melhor do que eu, colocando ainda fotos de gatinhos e bebês! Pensei que talvez eu pudesse usar pra trabalho. Aí eu concordo! A ferramenta é útil pra divulgação, pra exposição etc. Mas eu sou meio babaca, eu gosto de me esconder. Eu ainda não aprendi a superar um orgulho que me priva da autopromoção. Respondo perguntas com franqueza sobre o que penso de mim mesmo, mas não consigo ainda bater na sua porta num domingo de manhã pra dizer "oi, tem um minuto pra ouvir minha palavra? Eu sou tão legal!" Não consigo. Há mais coisa, mas, nossa! Olha essa bíblia! No geral, eu ganhei mais tempo, me aborreço menos com desinformação e hipocrisia (mas eu também sou hipócrita. Não vou dar uma de paladino, não), estou recuperando o prazer em expressar minha opinião na internet, assim como estou fazendo aqui, agora, sinto ter um contato mais real com pessoas de que eu gosto e me envaideço em perceber que minha presença hoje tem mais valor , porque "estou sumido." Eu tenho que dizer que me comoveu sua descrição, Goris. De verdade! Acho que tudo isso que você disse, apesar de triste, é bom. Expressa um laço de afetividade que parece ir buscar origens tão longes quanto sua genética. Você comentou noutro post que, entre responder no fórum e ficar com sua mulher, prefere ficar com sua mulher. Tomando isso tudo que você disse no último post, eu vou lhe dizer que acho que você está fazendo muito, muito bem. Aproveitar a presença de alguém que se gosta em detrimento de qualquer outra coisa também importante não tem preço, nem tem também substituição. Apesar de eu achar que todo instante é único, tenho a impressão de uns instantes são mais únicos que outros. Hahaha. Seu pai é da hora, Mega. Mas eu acho que entendo sua preocupação.
  39. 4 points
    Eu tenho, neste momento, 217 "amigos". Destes, chuto que 150 sejam amigos mesmo e o restante eu tenha adicionado por causa do trabalho. Minha lista de pedido de amizade de gente que não ma interessa ou gente que não conheço é enorme. Eu não adiciono quem eu não quero. Após cada show que eu faço é uma chuva de convites pra adicionar. Acabo não adicionando porque, pra mim, Facebook é uma coisa pessoal. Cuido muito bem da minha privacidade, tanto que meus posts são destinados a público geral, conhecidos e amigos. Quando é algo muito pessoal, seleciono só amigos. Quando é alguma opinião que sei que vai gerar alguma polêmica, escolho publicar para amigos e conhecidos. E as notícias mais pra cima eu deixo aberto pra geral. Cara, a morte de um parente é uma perda que você nunca supera, você apenas acostuma. Perdi uma tia, que era quase uma mãe, há mais de 10 anos e até hoje sinto a perda dela. Seguido vejo alguém na rua e penso "será que ela estaria assim hoje se ainda estivesse aqui?" Eu ainda não me acostumei, é um processo extremamente lento, e a gente vai vivendo. Meus pais me visitaram mês passado, eles moram no Sul e eu moro no Rio, e percebi o quanto de coisas eu faço que são idênticas ao o que eles fazem. Minha mãe se meteu a lavar a louça e saiu, daqui a pouco minha esposa vem "foi você quem lavou a louça?", porque a pia ficou exatamente do jeito que eu deixo depois de lavar a louça. Essa distância tá fazendo eu ver o quanto sou igual a eles e o quanto tenho que melhorar, pra não cometer os mesmos erros que eles cometeram.
  40. 4 points
    Valeu, Brek! O Urso come peixe sim, já vi vários vídeos dele caçando atum no rio. Aqui tem um dos vídeos, meio antigo, do ursão brigando com uma pessoa: https://www.youtube.com/watch?v=Ys0gj7-VH6A Porque o Urso é o Urso, simples. <3
  41. 4 points
    Ae Galvani! Seja muito bem-vindo! Aqui realmente é mais paz e amor, somos todos como uma grande família. Uma ou outra briga pode acontecer a cada eclipse solar, mas no geral somos da paz e só queremos conversar com novos velhos e novos amigos. Também não somos muito de usar palavras de baixo calão. Sinta-se em casa! Por que ninguém gosta de mim e todo mundo ama o Ursinho Carinhoso. Percebeu que até o Shadow e o Light que só viviam no Whatsapp da BG voltaram para o fórum? Deve ter dedo dele nisso aí também hahaha Mas nunca convidei o pessoal da VGBR para vir aqui, acho, lembro de ter convidado só a Paladina por que ela estava brigando com alguém lá e achei que ela fosse sair, aí indiquei aqui. Mas só... O pessoal que convidei e não veio era da OuterSpace. Já Daniel, Kheychan e Christian são da VGBR. São os tops de lá, então pode ter certeza que o nível da BG continuará muito bom como sempre. Ambroxol foi o único dos recentes amigos novos que conheceu o fórum pelo buscador se não me engano...
  42. 4 points
    Eu entro no fórum e não me apresento, né? Ursão me falou desse fórum que estão fazendo um RPG e resolvi entrar pra ver qual é. Logo de cara vi que todo mundo aqui é super carismático Sou o kheychan (meu verdadeiro nome é Luan, mas não posso revelar), sou de São Paulo, no ABC na parte do C. Tenho 24 anos e meu tipo sanguíneo é... tá, parei. Gosto de videogames mas até 2 anos atrás eu não tinha nenhum (ta vendo Chris? Minha história é mais trágica), fazia faculdade e não tinha dinheirinhos pra investir em nada hahaha. Gosto muito de animes e mangás também, apesar de estar bem morninho, parei de comprar mangás porque estavam muito caros, mas fui inventar de comprar jogos, que custam 10x mais. Então fiz uma reflexão e voltei a comprar mangás em um ritmo bem moderado. Gosto de cinema também, desde aqueles filmes cults até hollywoodianos cheios de efeitos especiais. Sou amante de Netflix agora, com suas séries originais e viciantes. Também curto Crunchyrool porque não gosto de baixar anime, é um processo trabalhoso que não me atrevo mais. Tenho um Xbox One que é meu segundo namorado fora o da vida real e recentemente adquiri um 3Ds, agora o 4some está completo. Enquanto um joga no Xocotone, o outro joga no 3DS e vice-versa. Meus gêneros favoritos são: Aventura, RPG, Corrida, Terror, Simulação, Puzzles, Point-and-click e Visual Novel (especialmente visual novel daquelas pornô). Acho que são poucos até, né? Acho que por enquanto é só... pensei em fazer uma apresentação rápida e sem muitos detalhes porque sou hipster emo gótico lumbersexual low-profile
  43. 4 points
    Comprei desacreditado tb. E o começo morno co um tutorial fraco fazem quase vc largar o game antes do tempo. Depois que vc entende o que ele é e como ele é diferente de praticamente todos os mmos e pra melhor. Vc pira! Até hoje não vi uma única pessoa arrependida de tê-lo comprado.
  44. 4 points
    Bem vindo ao forum ! São poucos os usuarios da BG mas nos nos conhecemos há bastante tempo, sinta-se em casa .
  45. 4 points
    Os nomes na listinha de 'amigos' lá se multiplicam à medida que você perde contato com quem tinha. Excluí as mídias sociais por um conjunto de fatores. O facebook, no caso, foi porque eu me irritava com a desinformação, quando alguém espalhava 'notícias' sem examinar as fontes, e com o moralismo exagerado e hipócrita. Tanto conhecido com quem era gostoso conversar que começou a virar casaca pra um lado meio bobo de aparência, acreditando provavelmente pertencer ao grupo dos bons juízes. Soa deprimido e melancólico, mas a hipocrisia desses tempos me desanima um bocado.
  46. 4 points
    71% dos usuários de drogas não completaram o ensino fundamental, dependendo do quanto tempo ele usou e a intensidade, é possivel que ele nunca consiga um emprego devido a danos neurologicos/psicologicos causados pelo abuso de entorpecentes, não vou dizer que é impossivel se recuperar, mas o usuario irá ter que se esforçar muito para ter as mesmas habilidades de um não usuario. O uso de crack afeta diversos órgãos e sistemas do corpo humano. Ocorre vaso-constrição, podendo haver isquemias, infarto do miocárdio ou arritmias cardíacas. Pode haver lesão neuronal, com atrofia cortical e perturbações comportamentais como comportamento violento, agressividade, tremores, alucinações, delírios, comportamento bizarro em função da hipervigilância e até a morte. Pode ocorrer, também, prejuízo para as funções cognitivas do indivíduo, especialmente déficits de atenção, concentração, memória, aprendizagem, formação de conceitos, habilidades viso-espaciais e funções executivas. Os déficits parecem perdurar por longo prazo, podendo ser irreversíveis. (Stocker, 1998; p. 175). ou seja imagine quem vai pagar pelas operações cardiacas, marca passo, fisioterapia, acompanhamento psicologico e medicamentos? o SUS? ele nem pagou a injeção que tive de tomar quando eu tive uma crise alérgica. o meu ponto é: quer liberar as drogas no brasil? Mas você esta disposto a desembolsar do seu, para pagar por pessoas que abusaram desse privilegio? Falar que não vai ter custo extra na saude é ser ingenuo. Bolsa Crack custa ao governo 1.350 reais por mes, esse mesmo dinheiro serviria para manter 4 crianças na escola (315 reais para manter uma criança na escola). Para uma pessoa ir pra uma clinica de recuperação custa 800 a 2500 reais ao mes, o processo de desintoxicação é lento e demorado, levando no minimo 9 meses = 7200 ~ 22500 reais por tratamento, com esse dinheiro conseguiria por 22 ~71 crianças na escola! 90% dos internados não conseguem se manter abstinentes de primeira vez, possuindo varias decaídas, geralmente são 5 internações (em media) para uma pessoa ficar "limpa", portanto 36000 ~ 112500 reais, multiplique esse numero por 370.000 pessoas que fumam o cachimbo, temos 13.320.000.000 reais gastos somente em pessoas viciadas em crack. é preciso todo um grupo de psicólogos,especialistas médicos, familia e amigos para manter um ex usuário longe das drogas, não temos estrutura para manter ou mesmo atender pessoas que queiram se desintoxicar.
  47. 4 points
    Aprovado. Parece que a ficha não caiu ainda. Tô feliz pra caralho. Valeu a força, Breks.
  48. 4 points
    Baixou o espírito do Góris em mim e lá vai um wall of text. Talvez o maior post que já fiz em qualquer fórum ever. Triste pelo resultado da eleição presidencial. Só não estou mais triste porque a oligarquia do meu estado perdeu a eleição pra governador pela primeira vez. Nunca achei que ia estar vivo pra ver esses putos que foram donos do estado por tanto tempo perdendo uma eleição. Por outro lado, meus sentimentos com relaçaõ à eleição presidencial são confusos. Votei no Aécio, não por achar que ele seja a melhor opção, mas entre as duas que restaram, era a menos ruim. Tenho muitas preocupações com o futuro do Brasil, posso citar várias delas aqui. Não tiro os méritos dos programas sociais do PT na era Lula, mas o governo da Dilma foi bem fraco. 12 anos no poder e agora mais quatro já garantidos eu vejo como algo perigoso independente do partido. O aparelhamento do estado se torna um caso sério e os órgãos e empresas públicas passam a funcionar para o partido, e não para o país. Tirem como exemplo o caso que acontece agora da Petrobrás. Vendo o histórico do PT, com todo o aparelhamento do estado que é possível fazer com o poder na mão por 12 anos, as ideias do Foro de São Paulo, a Cristina Kirchner postando no Twitter que a vitória da Dilma é mais um passo para a "pátria grande" e por ter amigos na Venezuela, eu tenho um certo medo que as decisões erradas do ponto de vista econômico façam com que a gente fique igual à Venezuela, com racionamento de papel higiênico e direito a militar nos supermercados pra fiscalizar a quantidade de tudo que você compra, além dos inúmeros militantes mortos porque protestam contra o governo. Outro ponto que me preocupa é a agressividade da maior parte da população nessa eleição. Não lembro de ter visto uma eleição com tanta gente brigando pra defender seus pontos, tanta ofensa de cada lado. De um lado o povo reclamando dos "coxinhas", dos "reaças", enquanto do outro lado, chovendo reclamações dos "petralhas", dos "comunistas"... Uma chuva de ofensa desnecessária nas redes sociais, e ninguém disposto a discutir de maneira séria. No começo da campanha tentei entrar em discussões, mas desisti depois que só via argumentos do tipo "defende o PT porque é a favor da bandidagem", "só vota no PSDB quem é rico", "Aécio cheirador", "Dilma terrorista". Desanima ver esse tipo de "debate". Não dá pra negar que houve muito caso de "dois pesos, duas medidas" durante a campanha. A Dilma fala naturalmente de maneira agressiva com todos os adversários. Mas o Aécio que ficou como vilão por "tratar mal uma mulher". Tive que ouvir gente me passando na cara coisas do tipo "assuma que você vota no Aécio porque é rico e não quer ver pobre crescendo". Porra, eu não sei de onde tiraram que eu sou defensor do Aécio ou sequer que o PSDB é "contra os pobres". Eu, eleitor do Aécio, nordestino, moro numa casa humilde, num bairro da periferia, ando de ônibus, trabalho desde os 16 anos pra pagar minhas contas apertado e tentar terminar uma faculdade, não o vejo como "inimigo dos pobres", nem mesmo tendo ódio de pobre. Tive que ouvir da minha sogra ontem falando de um familiar dela sobre como ela "não entende como liso vota em Aécio", e fiquei calado porque gosto dela e não queria iniciar uma discussão que sabia que não ia ter fim. Não sou contra políticas assistencialistas, acho que devem ser mantidas, desde que ALÉM DISSO haja uma preparação para que cada vez menos pessoas dependam delas. 1/4 do país dependendo de Bolsa Família e critérios do tipo "renda acima de 291 reais é classe média" são apenas maquiagem pr'os números reais. O governo do PT incentiva (sim, incentiva, os próprios líderes do partido, inclusive o Lula) uma "guerra de classes", uma fragmentação do povo brasileiro. Não lembro de nunca ter visto como nos últimos anos tanta briga entre o povo. A história de "quem não vota no PT é porque não quer ver pobre crescer" me dá nos nervos, querendo fazer com que uma parte da população veja outra como vilã apenas por um voto diferente. Analisando um pouquinho o que tem acontecido nos últimos anos, foi nos anos do PT no governo que os bancos tiveram os maiores lucros da história e o Eike Batista montou no BNDES pra ficar bilionário. Dizem que o PSDB não gosta de pobre porque FHC não deu muita importância aos programas sociais, mas não lembram que FHC recebeu um país com inflação de 916%. Falam que o PSDB terminou o governo com o dólar beirando os 4 reais, mas não lembram que essa disparada do dolar e do "risco Brasil" (pode ver que ninguém nunca falava em "risco Brasil" nem antes nem depois de 2002) foi muito incentivada pela incerteza que os investidores tinham com relação ao futuro do Brasil na mão do Lula, que apesar de ter feito uma campanha "paz e amor" naquele ano, ainda era muito visto como radical. No fim das conta se estabilizou de novo porque Lula manteve muito da política econômica do FHC. Criam o mito de que "Lula pagou tudo que devia ao FMI", mas não falam que a política econômica do governo levou a dívida interna pra casa dos 3 TRILHÕES de reais. Se a economia vai mal, de onde vão tirar dinheiro para os programas assistencialistas? Outro ponto relacionado à influência do partido na opinião do povo vem dos protestos de 2013. Vi gente dizendo que "os protestos de 2013 não foram contra a Dilma". Foram contra o quê? O povo foi às ruas, fez aquele carnaval todo... Pra quê? Os mesmos deputados, governadores, senadores e agora presidente foram eleitos. O povo foi às ruas pelo carnaval mesmo, pela bagunça, e alguns pelo incentivo de determinados partidos, porque nada mudou e tem muita gente comemorando. Outra coisa que tem se tornado constante no governo atual e não concordo: Soluções improvisadas. Nós temos um potencial bacana pra crescer e melhorar nossa indústria. O governo no lugar de incentivar a melhoria nas nossas indústrias, dificulta cada vez mais a importação. Carro no Brasil é vagabundo e custa caríssimo? Vamos investigar nossas fábricas com margens de lucro exorbitantes? Vamos diminuir os impostos sobre a produção? Não. Vamos simplesmente aumentar os impostos dos importados, aí os empresários daqui podem continuar lucrando 37641932845% em cima do brasileiro que tá financiando seu Ford Ka 1.0 em 5 anos pagando mais do que o preço de um Corolla nos EUA. A última inclusive afeta o meu trabalho, que é a cobrança de taxas em serviços de datacenter estrangeiros. As pessoas aqui escolhem datacenter estrangeiro porque os preços aqui são impraticáveis. Quando eu trabalhava numa empresa de hosting, toda a infraestrutura ficava nos EUA porque só o preço de um link de internet com a metade da velocidade no Brasil era mais caro do que o link de internet, aluguel do espaço, energia, gerador e a equipe que tomava conta da infraestrutura por lá. Precisamos fazer esse país voltar a crescer, incentivar o empreendedorismo, levar jovens à universidade por preparação, e não forçando a barra. Melhor do que criar vagas especiais em universidade é melhorar a educação de base, pra que os estudantes possam até produzir melhor nas universidades. Precisamos de uma reforma no nosso código penal. Dados do proprio governo indicam que 2013 terminou com quase 60 mil homicídios. Tem muita guerra que durou anos e não matou tanta gente. SESSENTA MIL FUCKING HOMICÍDIOS. Eu vivo numa cidade que há menos de 10 anos atrás era tida como referencial de qualidade de vida e hoje sai em pesquisas como a 9ª mais violenta do mundo, 3ª mais violenta do Brasil. Já fui assaltado sete vezes, ao lado do hospital onde eu trabalho tem outro hospital, onde há pouco tempo rolou um assalto na emergência. Os bandidos entraram e agrediram funcionários e pacientes pra levar dinheiro de uma emergência de um hospital. Assalto a onibus virou rotina aqui. Já tivemos noites em que um mesmo grupo assaltou 9 ônibus seguidos, um atrás do outro, em menos de uma hora. Outra coisa que me passa pela cabeça... Por que num país onde NADA funciona direito, as eleições funcionam? Que certeza que posso ter de que esses resultados já não estavam definidos? Inclusive a diferença pequena pra parecer real? Enfim, não vou me estender muito senão ninguém vai ler... Acho muito pouco provável que em 4 anos o Aécio fosse mudar tudo isso. Mas por ser algo diferente, ainda tinha esperança que fosse um mínimo menos ruim. Ando com um desgosto terrível de viver no Brasil.
  49. 4 points
    Cirurgião buco maxilo facial.
  50. 4 points
    Todo movimento, por mais bem-intencionado, pode acreditar que basta resolver sua pauta para um mundo perfeito. O patriarcado. A monogamia. A propriedade privada. O capitalismo. O racismo. O especismo. A hegemonia heterossexual. As igrejas. A escola. Porém, essas estruturas são gigantescas e estão diluídas em nossas práticas, nossos hábitos, nos nossos afetos, na organização do tempo, na vivência. A militância não pode ser um estágio finalizado como quem diz “Pronto, já pensei nessas questões, agora estou imune”, não dá para ser isento. Se você não revê suas práticas, se não faz uma análise constante de suas certezas, se não se refaz, você é dogmático. Acomodou, solapou o discurso, colocou ponto final, estagnou. Se a prática é a mesmíssima de anos atrás, sem crises, sem rupturas, a militância virou caminho sem surpresas, a rota de sempre, o piloto automático. Tais estruturas e as respectivas especificidades são atreladas umas nas outras, é relacionamento dialógico, eleger única proposição é dormir e cobrir os braços -por vezes, a cabeça- deixando os pés do lado de fora. Texto de Deborah: Aquela Deborah
×
×
  • Create New...